domingo, 25 de setembro de 2011

"Cada sonho teu me abraça ao acordar."

Victor Melo





Apenas acontece.
Acontece que os olhos se fecham no começo do fim de cada madrugada. Acontece que os olhos se abrem no começo do fim de cada manhã. Acontece que os olhos ficam abertos durante as luzes apagadas do dia todo e insistem em assim ficar no escuridão de todas as luzes que a noite traz.

ro druhens


não sei verbalizar
o abismo

sei cair
dentro dele
como dois olhos que eu avisto e temo

e o chão se demora -
amor -
a tocar meus pés


Mariana Botelho



Debaixo do sol descostura pétala, músculo, anatomia.
serei, eu, bicho mudo que encrava dentes e garras na pele?
bicho sem nome e faminto feito motor de navio velho, carvão incendiando as orelhas?
Quentura, lisura, franqueza, querer-se ir-se
Pontiagudos dedos de mulher — antes cobras entrelaçadas no fio de aço das facas da cozinha.
tomates pro molho, lima da pérsia, agrião — aviltam a gramática intacta do corpo buscando sabe-se lá
que raio,
que tremor,
que urgência,
e se anima em dizer "verão solitário", "desejo", sal de suor (colhido em montanhas altíssimas)
que agora me acode em tempestades e cheiro de rosas entre as pernas.

julya vasconcelos





...agora sem as mãos. tua língua faz círculos na parte de trás da nuca, só pela graça de ver o bico do seio virar pêssego maduro e escorrer o líquido que te leva ao ventre, que dobra-se a tua, minha vontade, acompanha o meu, teu querer e só então suspiro, sei que é preciso estar pronta para o mais, o choque e ele vem porque me tomas, arrancando uma certa boa dor e um ai antes tão desconhecido...

Cristiane Lisboa


 
a vida carrega
algumas metades de cada
metade morta


Lau Siqueira



Hoje sou saudade, sou parte, metade, falta, desejo, vontade, fome. Quero seu corpo, seu cheiro, sua mãos, seu toqueQuero sentir, arder, saciar. Quero te beijar, pousar meus olhos em você e abraçar seus sonhos... 




sábado, 24 de setembro de 2011

O amor vale a pena quando vira poema...

Luís Lobo Henriques

 

Acordo sempre a teu lado

São risos, alcateias de uivos a encher a minha noite,
trepando devagar pelos meus cabelos soltos,
ecoando como águias em fúria
empoleiradas num campo de malmequeres
à espera da presa esguia, dos olhares e do medo,
investindo contra a minha nostalgia
que transpõe a autoestrada em segredo e acorda contigo,
espreguiçando-se cedo no abrir das tuas pálpebras.


Tamara de Lempicka

 


Sabias que as noites frias me aproximam ainda mais de ti? É que na tua ausência instalou-se um campo magnético de brisas partidas ao meio, entre tu e eu, entre nós dois inteiros, a aquecerem por dentro tudo o que entre nós está mais além. Não sei como consegues, diz-me como fazes para projectar na minha pele o holograma de murmúrios distantes do teu toque (e do teu beijo a arder na minha boca).


 

Tenho catalogado o teu eco na minha voz
como uma vida na ponta da língua

a morder o ar que me rodeia
tão carne, tão paixão, tão plenitude.

do Blog Um dia acordei assim

 


Porque você fica, mesmo depois de ter ido embora. 
Porque você está até quando não está.
Porque agora, quando o céu fica vermelho, na noite invernal, isso é seu também.


Greta Benitez

A sua presença permanece em mim, o seu cheiro, sua voz, seu gosto, o seu calor.  Sinto falta do seu peso sobre o colchão, dos beijinhos quando nos tocamos enquanto durmo, da sua mão me acarinhando no sono. Todos os dias meu primeiro olhar é para você mesmo estando distante...

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

"Que as cores do amor vejo em você"

 Henrique Oliveira Pirest



...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.


Clarice Lispector


Look up, what do you see?
all of you and all of me
flourescent and starry
some of them, they surprise


R.E.M


A vida para mim é um moinho e muitas coisas me atropelam, me tomam de abissalidades, Se pudesse retratar cada pedacinho e guardar não só na memória, mas nos bites e bytes, eu faria. Mas aí eu perderia o momento seguinte, que geralmente é sublime e não poderia ser registrado, porque merece ficar guardado apenas no meu coração e nas minhas lembranças, que o tempo não apaga.

do Blog A Letreira



acredito na cor da tua pele
quando deitas a cabeça no meu peito

acredito em todos os lugares,
quando passo a mão nos teus cabelos.

acredito no mundo e no amor,
quando sinto o teu abraço.

amor é haver duas cores envolvidas, devolvidas a si mesmas.

a minha cor não é só minha, é a perfeita união homogênea de nós.


do Blog Lugar Magenta



(...e a certeza dos poros
vai bebendo nossos
óleos...)


Lau Siqueira



O amor nos modifica, nos transforma em pessoas melhores já disse o Quintana. O mistério deste sentimento é unir duas pessoas e fazê-las únicas, "nós somos um mas não somos iguais" diz uma canção. Vez em quando eu sinto aqui dentro uma vontade de resgatar desejos guardados, engavetados, e pintar cores novas (de guardadas) em minha vida... 
Mas as nossas cores, os nossos sabores sempre tomam o meu horizonte!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

"Cozinhar é simultaneamente uma brincadeira de crianças e um prazer de adultos. Cozinhar com zelo é um ato de amor."

Vitor Nunes




Nesse canto todos passam
Dele ninguém esquece
Na cozinha se enlaçam
Do fogão que sempre aquece
É sabor que não se acaba

Branca

Estou na cozinha
Entre batatas e cebolas.
Brinco com as palavras...
potato,poeta
cebola-ce-só
Estou só.
Choro.

Maria Clara


Os sons crispados e perfumados dos elementos frigridos e cozidos ao fogo ajustado devem falar por olores que me despertem o apetite de querer sentir os sabores à língua, à boca.

Gê Muniz


Cozinhar é o mais privado e arriscado ato. 
No alimento se coloca ternura ou ódio. 
Na panela se verte tempero ou veneno. 
Cozinhar não é serviço. 
Cozinhar é um modo de amar os outros.

Mia Couto

Quem pensa que a comida só faz matar a fome está redondamente enganado. Comer é muito perigoso. Porque quem cozinha é parente próximo das bruxas e dos magos. Cozinhar é feitiçaria, alquimia. E comer é ser enfeitiçado.

Rubem Alves


Algumas pessoas tem magia nas mãos, o que elas tocam vira ouro. As mãos dão o toque, elas acariciam, acenam, seguram, protegem. São elas que temperam o sabor da vida.
Algumas pessoas nos tocam pelas palavras que são eternizadas por suas mãos e pelos sabores que colocam em nossas vidas!

post dedicado a Lunna, a menina que no sotão, nos enfeitiça com seus aromas. 

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

" A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar."

Matt Hardy



Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem

Marisa Monte

Pressinto o tempo pesado
O silêncio implacável
Fragilidade como ser
Como se eu fosse uma bomba
O terror
A certeza de que meu peito explode
Se você não chega hábil
E me desarma a tempo, a contento
E a gente festeja com uma gargalhada !
Você me invade, me embriaga
Eu soluço agradecida
Agarrada no teu peito, respirando teu pescoço
A morte amortecida.
Não dorme agora, faz esse esforço
Beija com fogo esta tua frágil adormecida

Débora Duarte

Seu cheiro dorme
Entre as minhas coisinhas
Jogadas pelo chão
De qualquer jeito
É seu cheiro
Que dorme comigo

Michell Ferreira


Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

Marisa Monte


 
Hoje estou feliz.
Com uma vontade, uma cócega, quase me pondo a rir. 
Será prazer isso? 
E eu aqui achando que é felicidade? 
Ah, tanto faz, os dois moram bem perto e são marolinha boa.

Vanessa Campos Rocha




Saudade é falta, é uma dorzinha que machuca mesmo quando sabemos da volta. Ficar longe de quem se ama é um pouco morrer.
Mas amar é luz, é vida, e saber que o outro está feliz e realizando sonhos é estar feliz também!

Michell Ferreira

domingo, 18 de setembro de 2011

"E se os desejos fossem cores de um vitral antigo, dançando em meu rosto, você saberia?"




e toda noite se perguntava quão tolo seria aquele que plantara estrelas 
esperando a noite em que abriria a janela e, 
satisfeito, contemplaria um céu de luas.

Ligia Paiva



quando em pequena sonhava: o mundo era do tamanho de um berlinde. redondo como a terra. de onde cresciam as árvores. de onde nascia a água - ninguém me ensinou a chorar. aprendi sozinha. por tanto se encherem os olhos de lágrimas - sabia que a vida era curta. por ver morrer as flores. partir os pássaros. fugir o sol - o resto aprendi sozinha quando o corpo. já grande. foi de encontro ao horizonte.
 


um dia, uma noite
vários dias, várias noites
o tempo é agora
o agora é eterno


Márcia Leite


Fazia vitrais. Dos mais diversos tipos e cores. Construía pedaços de vida, lembranças e sensações. Passava horas mergulhada num imenso mar-cristal, selecionando cada pedacinho de vidro, identificando sua origem, se eram de garrafas, de alguma taça ou de outros vitrais. Sim. Tinha de separá-los. Para talvez depois juntar tudo de novo.
(...)
Luiza colava os cacos como quem reconstruía vidas. Sentia-se poderosa. Mas ela não definia de imediato o que representaria o vitral. Não queria ser Deus. Ia acomodando os pedacinhos de garrafas, taças ou outros vitrais como se lhe faltasse a visão. Não gostava nem mesmo de imaginar no que aquilo poderia se transformar. Preferia caminhar no escuro, apalpando as paredes, mesmo que no final verificasse que o resultado deixou a desejar. Fazer o quê? É assim que as coisas são construídas no fim das contas. Além do mais, seus vitrais não eram meros pedaços quebrados de alguma coisa: eram sua vida, reconstruída a cada dia, com novas cores e texturas. 

Adelia Prado


Os meus vitrais são coloridos, diversos, pedaços de ilusões, cacos de felicidades e tristezas , pedaços de vida espalhados , que juntos formam minha história. Vermelhos, azuis, amarelos, devem ser as cores que mais predominam!

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

"Deus de vez em quando me tira a poesia. Olho para uma pedra e vejo uma pedra."

© Luca Tettoni/Corbis


Amor para mim é exatamente isto. Ser capaz de permitir que aquele que eu amo exista como tal, como ele mesmo. E isto supõe mortes em mim. Se eu permito que o outro se expresse tal qual ele é, isso é o mais pleno amor. Dar liberdade dele existir do meu lado como ele é. Este é o tal amor incondicional. Isto é muito difícil, porém a experiência é interessante demais – os erros e os acertos. Amor é muito interessante, é o embate. Pode sofrer de tudo menos de tédio porque não há como ter tédio. Amor é muito divertido, é muito complicado.

Adelia Prado



Não é tristeza

Mas desilusão
Será?
E o que resta?
Solidão, tristeza?
Sei lá!

Amargura...
Incerteza

Que fazer?

Persistir
Ou desistir?

Ah!
Se fossem só palavras...

Graça da Hora



Desilusão
é como assistir parte dos nossos sonhos
serem despedaçados 
e nada se poder fazer, 
apenas esperar para recolher os cacos que sobraram.

Lilian Anjos



Sei que todos, algum dia, acordamos com a senhora desilusão sentada na beira da cama. Mas a gente vai à luta e inventa um novo sonho, uma esperança, mesmo recauchutada: vale tudo menos chorar tempo demais. Pois sempre há coisas boas para pensar. Algumas se realizam. Criança sabe disso.

Lya Luft



Como não bastam lamentações, nem dizer jamais
nesta estrada, caminhada e parada,
às vezes impostas, outras vezes respostas
de uma vida pendular, de um mundo circular
da história que se repete em indagações, do mistério a mais...

Alberto Araújo



Desde criança a gente tem que lidar com decepções, desencantos e desilusões, a minha primeira foi papai noel, ainda lembro da tristeza que senti ao saber a verdade, insisti tanto com a minha mãe, eu queria transformar aquilo em verdade! 
Hoje vejo que repito este erro, quero transformar desejos em certezas e como sou teimosa, acredito em sonhos realizados...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

"Eu só queria dizer, que nesse instante, meu coração é poema de você."





Meu mundo, a vida, as coisas.
    Os detalhes.
    As palavras, os gestos, os verbos:
    Carinho.
    O dia, a manhã, o amanhã.
    O tempo, o minuto:
    Sentir.
    O estar aqui...
    Tudo tem mais sentido com você.

    Patty Vicensotti 


Bordei minha felicidade, com os beijos daquele moço...
E a cada toque dele, se abria mais meu coração.
Pintei dias bonitos com o sorriso daquele menino, que passou a morar no meu peito, e trouxe pra minha vida mais flores e mais sol.
Colhi alegrias cada vez que os olhos dele pararam nos meus.
Brilhei inteira, com uma luz que vinha lá da alma.
Senti cheiro de paz. De tranquilidade.
Ele guardou no bolso dele as esperas, a saudade, e as lágrimas que doíam.
E me jurou nunca mais me devolver. Daria fim nelas. E um começo lindo pra nós dois, todos os dias. A noite foi chegando, e eu amanhecendo dentro do abraço dele!


Karla Tabalipa

É sempre manhã quando sua boca encontra a minha e me fala de estrelas e meus olhos descobrem as luas que seus dedos fazem em minha pele. 
É sempre manhã quando seu cheiro invade minhas narinas e eu te percebo ali no canto da cama, junto ao lençol, espiando meus vendavais. Suas tempestades criam enxurradas em minha derme aquecida pelo sonho perdido, mas que falava de ti junto a mim. Há resquícios do que foi em meu íntimo…
É sempre manhã por despertar quando você fala em meus ouvidos “eu te amo” e eu sinto saudades pelo resto do dia. Porque é tarde, é noite e a manhã só se faz presente quando você está comigo…
Então eu sorrio, te olho, te devoro. Me jogo em teus braços e me deixo ficar porque ali, aninhada em tua pele é sempre manhã. Você sabe, porque juntos fazemos aurora…

Lunna Guedes

Ele me abraça no meio da noite e eu finjo continuar dormindo para não estragar a beleza de um abraço que não pede nada em troca.
Ele se empolga e se apaixona e mergulha – e aprende a fotografar, a fazer pães, a falar francês.
Ele sabe um monte de coisas difíceis, entende porque cai raio quando chove, qual a relação entre juros e inflação e o que o técnico do time devia fazer.
Ele tem bom gosto pra escolher roupas (pra mim e pra ele), pra decorar a comida, pra fazer a trilha sonora.
Ele me acorda de manhã, mas toma o cuidado de me avisar antes de me acordar de verdade, garantindo pra mim uma aterrissagem suave no dia que começa.
Ele bebe comigo, come comigo, dorme comigo, conversa comigo.
Ele me conta como vai ser quando ficarmos velhinhos juntos.
Ele de repente se distrai e esquece do mundo.
Ele me joga pra frente, me apóia, me incentiva, me ajuda a fazer planos.
Ele hoje foi no supermercado e comprou exatamente as mesmas coisas que eu tinha comprado mais cedo.
Ele me ama. Eu o amo. Imensamente.

Bárbara Lopes


existe alguém que me dá os melhores bom dia da minha vida
e que quando chega noite me faz dormir bem só com os beijinhos de boa noite...
existe alguém que me faz sorrir, rir e gargalhar...
alguém que eu acho lindo, charmoso, irresistível...
eu tenho alguém que tem o melhor abraço do mundo, o melhor sorriso do mundo, o melhor cheiro do mundo...
eu tenho alguém que não sai do meu lado, e me resgata todas as vezes que eu preciso...
alguém que cola os seus pezinhos nos meus....
eu gosto de alguém que é muito bom comigo... alguém que eu admiro imensamente...
eu amo alguém que me ama... e é tão bom.



É assim...
Uns chamam de brega...
Outros de piegas...
mas este é o AMOR...
E tudo torna-se tão mais LINDO...
tão mais COLORIDO...
tão mais LEVE...
e tão mais gostoso quando "ELE" aparece...
o AMOR...ah...o AMOR!!!!!

do Blog Olhar dentro dos olhos


Todo dia é sempre igual, me acordo bem antes dele. Fico algumas horas só esperando o seu despertar.
Ele vem lindo, cabelos assanhados me dá bom dia e me beija. Vamos juntos para cozinha e fazemos nosso café, pode ser onze horas e até meio dia! Essas horas entre louças lavadas e fósforos acesos são perfeitas. Se estamos juntos até pagar conta no banco é encantador. Uma simples ida ao supermercado torna-se uma festa. Almoços em casa ou na rua, todos são deliciosos. Gostamos de ficar a noite no sofá em frente a tv. O jantar sempre às sete. Deitamos sempre juntos mesmo que ele espere que eu adormeça para levantar e fazer mais alguma coisa antes de dormir. Gosto de sentir seus beijos e ouvir palavras de amor sussuradas nos meus ouvidos mesmo que no outro dia nem me lembre. E como todo dia é sempre igual, um novo sol nos encontra assim, juntos!

ao meu amor no dia do seu aniversário...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

"Pra que teu povo cantando teu canto ele não seja em vão"

Geraldo Vandré

 


Prepare o seu coração

Prás coisas

Que eu vou contar

Eu venho lá do sertão

Eu venho lá do sertão

Eu venho lá do sertão

E posso não lhe agradar...

Aprendi a dizer não

Ver a morte sem chorar

E a morte, o destino, tudo
A morte e o destino, tudo

Estava fora do lugar
Eu vivo prá consertar...

Disparada

Fica mal com Deus

Quem não sabe dar

Fica mal comigo

Quem não sabe amar 

Pelo meu caminho vou

Vou como quem vai chegar

Quem quiser comigo ir

Tem que vir do amor

Tem que ter pra dar

Fica mal com Deus

 
Na força do teu carinho
Esperamos nos salvar
Na terra como no céu

No sertão como no mar

Nas serras ou na planura

Esperamos nos salvar

Estando sempre a altura

Dos teus caminhos de dar

Reparte entre nós senhor
Diante do teu altar

A justiça e a riqueza
Que fizemos por ganha

Na terra como no céu

Pelos campos há fome
Em grandes plantações
Pelas ruas marchando
Indecisos cordões
Ainda fazem da flor
Seu mais forte refrão
E acreditam nas flores
Vencendo o canhão

Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer




Eu quis ficar aqui, mas não podia
O meu caminho a ti, não conduzia

Um rei mal coroado,

Não queria
O amor em seu reinado

Pois sabia
Não ia ser amado

Canção da despedida



Geraldo Vandré - músico paraibano, iniciou carreira musical nos anos 60, tornando-se famoso, pelas suas músicas que se tornaram ícones da oposição ao regime militar de 1964, como "Porta Estandarte", "Aroeira" e "Para não dizer que não falei das flores". 
Wikipédia



No final dos anos 60 sua música foi proibida, não podia ser tocada nem em casa, uma canção que se transformou em hino contra a ditadura militar. Lembro-me que um dia, cheguei com minha mãe na casa de um familiar e não entramos porque ele estava lá, escondido, tinha marcas em seu corpo. Alguns anos mais tarde encontrei um homem grisalho, descalço, com aparência mal trapilha, no patio de um cinema em João Pessoa. O outro encontro foi na residência de conhecidos, falando em construir um estudio futurista numa praia ainda selvagem na cidade, sua fala era muito misturada, era muito disperso. Hoje ele nega tudo que passou no regime militar, não sei se é uma forma de repúdio ao que passou, não sei se esqueceu o que fizeram com ele...

terça-feira, 13 de setembro de 2011

"Afora o teu amor para mim não há sol..."

João Santos
 
 
 
 
O amor não é um pulsar ofegante 
ou um suspiro ou um rasgo de insanidade na pele.

O amor não é. 
Simplesmente está. 
Ou não.




O amor é um pouco isso
o botão que se abre para dar a flor; 
a flor que murcha para produzir a semente; 
a semente que apodrece para a germinação ; 
o movimento de vida e de morte
a obscuridade e a luz.



Por muito longe que esteja.
Hei-de sempre por ti sentir amor.

Por muito magoada que seja.
Hei-de sempre para ti correr.

Por muito sozinha que me veja.
Hei-de sempre por ti procurar
 
do Blog Gatos Vadios
Amar! Mas dum amor que tenha vida...
Não sejam sempre tímidos arpejos,
Não sejam só delírios e desejos
Duma douda cabeça escandecida...

Amor que viva e brilhe! luz fundida
Que penetre o meu ser – e não só beijos
Dados no ar – delírios e desejos –
Mas amor... dos amores que têm vida...

Antero de Quental
Faca é faca
pão é pão
fome é fome
amor é amor.


Estranho desígnio das coisas
de serem exatamente elas
quando olhamos sem paixão.
 
Tanussi Cardoso

 
Muito se fala do amor, muitos gritam o amor, alguns escrevem poesias, canções e até livros sobre o amor. Revistas, programas de tv, jornais, blogs, todos os meios de comunicação falam sobre este sentimento, tão perseguido, tão procurado, tão proclamado, e de assim tantos falarem, todos buscarem desesperadamente, muitos só encontram cópias, minutos e segundos que transformam em eternidade repetindo as palavras do poeta que verdadeiramente o encontrou: eu te amo. E levianamente essas palavras mágicas que podem mudar sua vida inteira, perdem o sentido, tornam-se banais de tanto que são repetidas impunemente. Porque sem a essência, até o amor perde o sentido, vira só uma sequência de letras.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

"...alguma coisa sempre faz falta. Guarde sem dor, embora doa, e em segredo."


Caio Fernando Abreu



Todos os dias o ciclo se repete, às vezes com mais rapidez, outras mais lentamente. 
E eu me pergunto se viver não será essa espécie de ciranda de sentimentos que 
se sucedem e se sucedem e deixam sempre sede no fim.




A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante. As vezes que tentei morrer foi por não poder suportar a maravilha de estar vivo e de ter escolhido ser eu mesmo e fazer aquilio que eu gosto - mesmo que muitos não compreendam ou não aceitem.


Apenas já não somos mais crianças e desaprendemos a cantar. As cartas continuam queimando. Eu tentei pensar em Deus. Mas Deus morreu faz muito tempo. Talvez se tenha ido junto com o sol, com o calor. Pensei que talvez o sol, o calor e Deus pudessem voltar de repente, no momento exato em que a última chama se desfizer e alguém esboçar o primeiro gesto. Mas eles não voltarão. Seria bonito, e as coisas bonitas já não acontecem mais.


E se eu mudasse meu destino num passe de mágica? 

Estranho, mas é sempre como se houvesse por trás do livre-arbítrio um roteiro fixo, pré-determinado, que não pode ser violado.



Em luta, meu ser se parte em dois. Um que foge, outro que aceita. O que aceita diz: não. Eu não quero pensar no que virá: quero pensar no que é. Agora. No que está sendo. Pensar no que ainda não veio é fugir, buscar apoio em coisas externas a mim, de cuja consistência não posso duvidar porque não a conheço. Pensar no que está sendo, ou antes, não, não pensar, mas enfrentar e penetrar no que está sendo é coragem. Pensar é ainda fuga: aprender subjetivamente a realidade de maneira a não assustar. Entrar nela significa viver.






Caio Fernando Abreu ( *12/09/48) - Sabe, para mim a vida é um punhado de lantejoulas e purpurina que o vento sopra. Daqui a pouco tudo vai ser passado mesmo - deixa o vento soprar, let it be, fique pelo menos com o gostinho de ter brilhado um pouco..






O Caio é novo para mim, entrei em contato com ele no mundo dos blogs. De cara me identifiquei por completo. Estava na minha fase de vida em sofrimento terminal de um amor que não vinha...

domingo, 11 de setembro de 2011

it's up to you, New Yok, Nem York!

google images



Start spreading the news
I'm leaving today
I want to be a part of it
New York, New York

sing by Frank Sinatra


A aurora de Nova Iorque tem quatro colunas de lodo e um furacão de pombas 
Que explode as águas podres 
A aurora de Nova Iorque geme 
Nas vastas escadarias a buscar entre as arestas angústias indefinidas.

Frederico Garcia Lorca

Cai o câmbio da tarde. 
O Sublime Arquiteto 

Satisfeito, do céu admira sua obra. 

A maquete genial reflete em cada vidro 

O olho meigo de Deus a dardejar ternuras. 

Como é bela New York
Aço e concreto armado 
A erguer sempre mais alto eternas estruturas! 

Deus sorri complacente. 
New York é muito bela! 

Apesar do East Side, e da mancha amarela 

De China Town, e da mancha escura do Harlem 

New York é muito bela!

Vinicius de Moraes

New York  é um longo poema em prosa quadrinística sobre a grande cidade, apontando para o cotidiano de pessoas comuns, personagens que somem no cenário gigantesco de uma urbe que é a verdadeira protagonista da história.

Pablo Capistrano


Volve-me
E revolve-me
Megalópole azul
De sonhos urbanos
Detém-me em meus instintos humanos
Norte a sul
Agonizando para percorrer por suas veias
Estradas e avenidas
As mais nobres
E torpes rotas e caminhos…
Devorar-la em festas e feridas
Até de manhã
Exausta exauria
Saborear mais um amanhecer
Largada livre as ruas de Manhattan…

Clarice Ferreira




Nova York tem uma magia, a gente se sente em casa e ao mesmo tempo é parte de algo maior, parece que o mundo inteiro respira lá, a capital do mundo.
Povos de cores e etnias diferentes trafegam em suas ruas e passam apressadamente , respiram o mesmo ar, mas distantes em seus destinos em suas vontades.
Em todos os seus espaços nos reconhecemos, o cinema nos apresenta a cidade nos leva a seus espaços mesmo sem nunca ter ido lá e quando a encontramos nos tornamos velhos conhecidos!
As torres gêmeas pareciam velar pela cidade, o nosso olhar as encontrava em qualquer parte que estivessemos, apenas alguns segundos nos levava ao seu topo de onde víamos todos os recortes da ilha, o topo do mundo!
Hoje tombadas, são simbolo de uma guerra sem lutas, de uma insanidade, estimulada pelo  seu próprio país.


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

" Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade"

Ilana Bessler


Tens boca de sentir e olhos com afagos?
Mãos para recompor, caves de ternura?
Trechos do sol e do eterno?
Terás ouvidos prontos ao murmúrio e às preces minhas?
Ah, ronda do teu ser!

Marilena Matiuzzi



A gente se apaixona pelo jeito da pessoa. Não é porque ele cita Camões, não é porque ela tem olhos azuis: é o jeito dele de dizer versos em voz alta como se ele mesmo os tivesse escrito pra nós; é o jeito dela de piscar demorado seus lindos olhos azuis, como se estivesse em câmera lenta.

    
O jeito de caminhar. O jeito de usar a camisa pra fora das calças. O jeito de passar a mão no cabelo. O jeito de suspirar no final das frases. O jeito de beijar. O jeito de sorrir. Vá tentar explicar isso.

Martha Medeiros


Compreender, sem lhe ouvir, seus pensamentos,
Segui-lo, sem poder fitar seus olhos,
Amá-lo, sem ousar dizer que amamos,
Arder por afogá-lo em mil abraços:
Isso é amor, e desse amor se morre!


Gonçalves Dias

Despi-me das roupas sujas
e arranquei da pele as nódoas
- Sim, podes brincar em meus
campos: voltei a ser menin
a

Vassia Silveira




E eu tenho vontade de segurar seu rosto e ordenar que você seja esperto e jamais me perca e seja feliz. E que entenda que temos tudo o que duas pessoas precisam para ser feliz: A gente dá muitas risadas juntos. A gente admira o outro desde o dedinho do pé até onde cada um chegou sozinho. A gente acha que o mundo está maluco e sonha com sonos jamais despertados antes do meio-dia. A gente tem certeza de que nenhum perfume do mundo é melhor do que a nuca do outro no final do dia.

Tati Bernardi


Gosto de observalo, segui-lo sempre com o olhar, não aquele olhar de vigilância, mas aquele olhar de descanso, meus olhos descansam nele.
Lembro-me de uma vez ter-me perdido em sua imagem refletida na tela da tv enquanto ele conversava com sua irmã, com aqueles gestos fortes, convincentes. Acho que era um jogo da Copa do Mundo...
E quando ele segura a minha mão, eu sinto que nada de mal pode nos acontecer naquele momento. É como uma armadura, um campo de força, parece até que só eu e ele nos sentimos assim no mundo. Ah! essa mania de ser único!


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

"Quero-te apenas para um completar de alma e todos os teus sentidos direcionados a mim, apenas. "

...Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo
esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro
cavalo à solta
pela margem do teu corpo...

Ary dos Santos




Victor Melo




Hoje, você vai dessarumar minha vida. Eu quero que o seu estar tire a razão do meu ser. Eu espero que aquela porta se abra e dela saia o vendaval que a sua presença desperta. Retire-se do meu coração e se espalhe por toda parte pulsante em mim. Eu não preciso que você alise o meus cabelos, nesse instante, eu quero apenas despentea-los. Me faça acreditar que vai durar pouco. Eu quero estar com você como se fosse a última vez. Porque, há momentos, que o amar precisa ser urgente. Vem me dê a mão, vamos dançar sem nos preocupar se há alguém olhando. Eu quero rodopiar em seus braços até ficar tonta. Eu preciso e vou me embriagar com seus beijos. A cor rubra em meu rosto, hoje, não vai ser de vergonha. Eu quero te olhar nos olhos e sorrir. Sim, isso mesmo, sorrir. Porque eu sei garoto, que eu vou ver todo o meu amor ali refletido. Porque é nesse olhar que eu me encontro e me perco sempre que preciso.

do Blog Garota Flor  


desejo beijo insano quente terno inconseqüente boca aberta alimentada de mais corpo sujeito sedento do querer esperado êxtase da paixão derramada coração impulso propenso a se perder razão fugindo pela janela da sala.

Clarissa Marinho


Pode vir, as nuvens aqui não pesam tanto
E pode vir cedo, tarde
ou logo que o dia chover de mansinho
Coração pede esse aconchego de inverno
como quem não quer sair daqui debaixo
porque tudo é morno e cálido
Vem, meu amor, o amor de mar,
que é revolto e manso
e que é tudo no seu tempo
de maré e ondas


Pollyana Barros



eu sou


tu és

nós
mil sóis.


Marcia Leite



Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais. 
Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe?! 
Eu só levo a certeza de que muito pouco sei, ou nada sei. 

Almir Sater e Renato Teixeira



No inicio eu nem sabia que sentia, estava encoberto, depois uma curiosidade por sua vida, apenas "assuntando" até que algo mudou, não sei se foi uma palavra, um olhar, a música nos meus ouvidos, não sei se foi o desejo que acordou e tomou conta do meu corpo, dos meus sentidos, ou até pode ter sido tudo isso que  junto, invadiu meu universo seguro e me jogou no vendaval do incerto, que me fez ter coragem de trocar o previsivel pelo duvidoso, que me fez escolher a dor e o desequilibrio e o balançar das ondas a calmaria planejada, que me fez peito aberto aceitar viver o hoje, o segundo e esquecer todo futuro certo.


quarta-feira, 7 de setembro de 2011

"A politica, noves fora deu em nada, deu em nada, deu em nada..."

google images



Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que receber...
E ter que demonstrar sua coragem
À margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem
Já sente a ferrugem lhe comer..



As Côrtes me perseguem, chamam-me com desprezo de rapazinho e de brasileiro. Verão agora quanto vale o rapazinho. De hoje em diante estão quebradas as nossas relações; nada mais quero do governo português e proclamo o Brasil para sempre separado de Portugal.
Pedro I - 1822

Deixo à sanha dos meus inimigos, o legado da minha morte. Levo o pesar de não ter podido fazer, por este bom e generoso povo brasileiro e principalmente pelos mais necessitados, todo o bem que pretendia. A mentira, a calúnia, as mais torpes invencionices foram geradas pela malignidade de rancorosos e gratuitos inimigos numa publicidade dirigida, sistemática e escandalosa.

Getulio Vargas - 1954


Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou de indivíduos, inclusive do exterior. Sinto-me, porém, esmagado. Forças terríveis levantam-se contra mim e me intrigam ou infamam, até com a desculpa de colaboração.

Janio Quadros - 1961


Meu procedimento será o de um chefe de Estado sem tergiversações no processo para a eleição do brasileiro a quem entregarei o cargo a 31 de janeiro de 1966.

Castelo Branco - 1964


Esta é uma convocação para que juntos, governo e povo, tomemos uma decisão grave e difícil. Ela marcará a sorte de nossa sociedade nos próximos anos. Venho meditando a tempos sobre sua oportunidade. Medimos conseqüências. Avaliamos riscos e pesamos os resultados. Minha consciência e meu dever para com o país não me fizeram exitar. A política tem um compromisso com a coragem. E os homens de estado não podem fugir à força do destino na hora de decisôes maiores. Determinei mudanças fundamentais na economia.

José Sarney - 1986


...nem tenho medo de assombração, nem tenho medo de cara feia, isso o meu pai já me dizia, desde que eu era pequeno, que eu havia nascido com aquilo roxo, e tenho mesmo, para enfrentar todos aqueles que querem conspirar contra o processo democrático.

Fernando Collor - 1991


Mas veio também, e em grande número dos excluídos; os brasileiros mais humildes que pagavam a conta da inflação, sem ter como se defender; dos que são humilhados nas filas dos hospitais e da Previdência; dos que ganham pouco pelo muito que dão ao País nas fábricas, nos campos, nas lojas, nos escritórios, nas ruas e estradas, nos hospitais, nas escolas, nos canteiros de obra; dos que clamam por justiça porque têm, sim, consciência e disposição para lutar por seus direitos - a eles eu devo em grande parte a minha eleição.
Vou governar para todos. Mas, se for preciso acabar com privilégios de poucos para fazer justiça à imensa maioria dos brasileiros, que ninguém duvide: eu estarei ao lado da maioria.

Fernando Henrique Cardoso - 1995


Enquanto houver um irmão brasileiro ou uma irmã brasileira passando fome, teremos motivo de sobra para nos cobrirmos de vergonha. Por isso, defini entre as prioridade de meu Governo um programa de segurança alimentar que leva o nome de "Fome Zero". Como disse em meu primeiro pronunciamento após a eleição, se, ao final do meu mandato, todos os brasileiros tiverem a possibilidade de tomar café da manhã, almoçar e jantar, terei cumprido a missão da minha vida.

Luis Inacio Lula da Silva - 2004




Esqueça! esqueça! nada do que foi dito serve pra você!

A politica, noves fora deu em nada, 
A politica, noves fora deu em nada, deu em nada, deu em nada…




O discurso político é que todo individuo é um ser politico e que assim nós cidadãos comuns não podemos viver afastados da conjuntura que nos cerca sob pena de deixarmos alguém que não queremos assumir o poder. Então eu pergunto: Quem vai assumir e fazer diferente?