quarta-feira, 30 de novembro de 2011

"Cansei de ser uma menina na Janela. Para quem nem mais uma menina é..."

Matt Hardy




Menina que, da janela observa e se nega a sair para a rua. Tinha medo de tudo. Não experimentava nada e já dizia que não gostava. Preferia a segurança de sua janela. Não viajava, não assitia TV. Não ouvia música e não fazia questão de ouvir. Só trabalhava e estudava.




Eu de tanto amor fui assassinado pelo ser amado, o ser que me tinha em certeza de amor absoluto.
Não foi à bala, facada ou veneno o meu assassinato. De gente, o meu amor, me transformou em coisa, algo parecido como um sofá.
Quem é coisa amada não tem vontade própria, não tem prazer, é gente que deixa de existir para si e aceita vômitos de outro com medo de nem mesmo ser coisa deixar de ser.
Sofá, ralo de banheiro, cinza nos olhos e paisagem de esquinas imundas. Febre e uma borboleta no pé direito a rir do estado ser coisa alguma.
Ediney Santana



Disseram que seria melhor ela cuidar e administrar a casa. Ela como sempre, o fez. Quando ficou intrigada com o fato de não engravidar foi procurar ajuda médica e descobriu que tinha um problema em seu útero que a impediria de ter filhos. O maldito do marido sem a menor sensibilidade, a condenou por isso. O pai também. Sua mãe como sempre foi conivente e submissa e concordou com o que o marido adúltero mandou ela concordar. E depois disso, desse episódio ela virou uma samambaia.

Marcelo Mendez




E eis que, num momento de pavor, teve o seu medo mitigado por uma interessante descoberta. Se morresse naquele lugar, naquele minuto, quem gostaria de pensar que foi? Uma personagem de Clarice, Simone, Marguerite Durás ou Françoise Sagan? Ou de Ingmar Bergman, Isabel Coixet, Woody Allen? Teria a Sofia Coppola sido aquela que mais representou na arte o seu mundo? Então, o que podia dizer das mulheres do Chico? Sim, a verdade é que era um pouco de tudo isso. Mas uma outra imagem tomava conta de sua mente e para sua surpresa parecia ser o veredicto. Teve até uma leve dificuldade de aceitar tal resultado, pois ele lhe parecia demasiado pueril e simples. Naquele momento de terror, constatou: gostaria de pensar que foi apenas uma personagem dos desenhos de Walt Disney. Usando um belíssimo vestido de festa, ao lado de seu marido. Bailando sem medo em direção à morte, num salão iluminado e infinito.

Renata Belmonte




Noiva há oito anos, estava finalmente no mês do casamento. Apartamento comprado, alianças de ouro com os nomes gravados na parte de dentro, o sabor do bolo escolhido e o vestido pronto, igual ao da Grace Kelly, atriz que virou princesa. Foi sózinha até a gráfica escolher o modelo do convite que, já sabia, tinha que ser salmão. Ele mostrou a pasta inteira e todas as infinitas opções de cores. Quando ela piscou os dois olhos ao mesmo tempo dizendo que achava engraçado sua cor preferida ser nome de peixe ele a convidou para sair dali e começar a dar novos nomes às coisas. Dois anos depois, o noivo ainda publica a foto na página "desaparecidos" do jornal. Tem certeza que foi sequestro.

Cristiane Lisboa





Ainda não lembro de quando liguei o piloto automático, se foi aos 17 anos quando comecei a namorar um "bom rapaz" dentro dos padrões familiares, se foi aos 25 quando aceitei casar com este mesmo rapaz depois de um longo namoro,  se foi quando depois de 10 anos de um casamento morno, sem altos nem baixos, um casamento onde os dois adormeceram em seus sonhos, não chutei tudo para o alto, e continuei naquela vida vulgar...
Não sei se foi quando aceitei que minha vida fosse o que os outros esperavam de mim,  ou quando planejei tudo que faria aos sete anos de idade e desde lá escolhi profissão, ano para se casar, e quantos filhos teria...
Bem, nem tudo foi tão certinho, pelo menos os filhos não vieram e eu pude tomar as rédeas e partir para um novo mundo, uma nova chance de viver, que espero, não desperdice mais uma vez...





terça-feira, 29 de novembro de 2011

"Sou menina vestindo fitas
...aprendendo a tecer novas composições!"

Menina no Sótão




Toque-me

…quando a madrugada vestir-se de manhã 

Sem pressa alguma 

O vento abraçar as cortinas 

A pele vestir-se de arrepios

Desperte-me com um beijo teu 

…lento – atrevido! 

Não se despeça, 

Fique em mim…

Toque-me!



Tenho instantes de tempestades
e meus olhos lançam sobre meu rosto
uma forte chuva de tardes antigas!




E eu no balanço parado
Conto as horas e os meus passos
Não vejo o vento, apenas nuvens
Ilusões passageiras...
Surgem os trovões, os primeiros raios
Tudo se ilumina, mas a escuridão prevalece
O balanço segue parado
E os meus anos já não se contam mais
Esqueço as horas e viro a página
O passado ficou na manhã recém abandonada!




Ah! Sem sombras, sou um simples sopro saído de gargantas estranhas... Peço abrigo a madrugada, que nem sempre me aceita. Não vivo aqui e nem lá... Sou sem rumo _ folha ao vento sem esperar repouso certo. Vago e divago na mesma medida. Imprecisa, tenho meus passos soltos por calçadas e asfaltos.




Sua pele tem desenhos antigos e recentes

E eu busco por todos eles 
nos cantos por onde você passa 
Colho seus sorrisos pelas manhãs
quando o sol te visita antes de mim!
Nos desenhos do dia, eu me desconstruo 

Rasgo meu avesso, me deixo expor.
Manifesto-me em rascunho 
que as mãos apagam da história 

Vou para os cantos, procuro as estrelas 
Vou para dentro, vasculho as paredes 

Vou para fora, me desentendo, me desfaço 

Me acabo...



Eu gosto da imagem do outro
esse outro que não eu!
...que me alimenta,
me veste,
e me leva por aí!




E se o amor que bem sei 
_ existe em ti,
...for meu _ nem o vento, meu amigo

Me levara daqui nesta tarde de névoa!
Mas se o teu amor _ vaga ao léu,

Sem direção aparente!

...navego eu num mar sem redes
 
E por mais suave que seja o vento

...irei me perder para muito além deste!



Sou o vento nos fins de tardes urbanas
Sou a brisa constante nas manhãs humanas
Sou o vôo branco, alto e atento das gaivotas que desenham formas diversas sobre os oceanos
Sou o vôo lento, lindo e sensato das farfallas que criam contornos na janela do meu olhar...
Sou o canto do pássaro nas primeiras horas do dia!

Acho que é o bastante, mas para aqueles que se prendem a rótulos, meu nome é Lunna.







A primeira impressão da Lunna é que ela é uma menina sapeca, daquelas que roubam os doces nas festas de aniversário, daquelas que chegam em casa suja de lama porque se meteu numa briga com os meninos. Ela tem um quê de menina travessa e adolescente brincalhona, que nos conquista à primeira vista. Ao chegarmos perto vemos uma mulher apaixonada em perfeita sintonia com o homem amado, uma mulher com mãos de fada que nos envolve com sua escrita  e com sua culinária perfeita. 
A Lunna é uma pessoa deliciosa com sua risada contagiante, e sempre com a palavra certa para nos dizer.
Hoje eu fiz questão de trazer aqui as suas poesias, e ela ainda diz que não é poeta...



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

"...é que hoje eu te amo mais que ontem."




tudo começa

do mesmo jeito

diferente

o que se quebra

pesa mais
do que o sonho leva

como se o dia

não passasse
dessa noite

Alice Ruiz




Para o amor, um banco de praça já basta.
Ou ficar na frente do portão.
Ou uma xícara de café.
Amor mesmo é um filme de baixo orçamento.

Fabricio Carpinejar



...que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc.
Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós...

Manoel de Barros



Tenho um amor fresco e com gosto de chuva e raios e urgências. Tenho um amor que me veio pronto, assim, água que caiu de repente, nuvem que não passa. Me escorrem desejos pelo rosto pelo corpo. Um amor susto. Um amor raio trovão fazendo barulho. Me bagunça. E chove em mim todos os dias.

 Caio Fernando Abreu



eu sou louca por você e você sabe.
adoro cada pedaço, cada detalhe, cada espaço.
te quero em cima, embaixo, dentro.
eu sou louca por você e não tem jeito.
não tem passado, não tem dor,
não tem defeito que me mate o amor.
seja como for, eu me perco nessa boca.
porque eu sou louca, louca de morrer.
por você.

do Blog A Menina no Espelho




É tudo tão simples, um momento qualquer, um toque, um olhar, um sorriso, uma palavra ou mesmo nada, mas o fato de você estar ali faz tudo ser especial. E mesmo tudo que já fizemos tantas vezes sempre é especial, caminhar pelas calçadas da Paulista, garimpar cds e livros em sebos da Pedroso, a passagem pelo Mac 24 horas no fim da noite, nos apertarmos no guarda chuva em dias de chuva, e até o que não gosto de fazer, como subir a Teodoro, tomar sorvete, mesmo quando você me faz ir a pé ao shopping Paulista, sempre é especial...



feelings - nina simone

sábado, 26 de novembro de 2011

" Sentir é verbo indefinido"

© Simon Marcus/Corbis





escolheu o sorriso que mais combinava e brindou:
que a gente saiba sempre voar por cima.
porque mudar o olhar de ângulo renova certezas.

Renata Carneiro



Uma mulher não perdoa uma única coisa no homem:
que ele não ame com coragem.
Pode ter os maiores defeitos, atrasar-se para os compromissos ...
Qualquer coisa é admitida, menos que não ame com coragem.
Amar com coragem não é viver com coragem.
É bem mais do que estar aí.
Amar com coragem não é questão de estilo, de opinião.
Amar com coragem é caráter.
Vem de uma incompetência de ser diferente.
Amar para valer, para dar torcicolo.
Não encontrar uma desculpa ou um pretexto para se adaptar.
Não usar atenuantes como “estou confuso”.
Amar com fúria, com o recalque de não ter sido assim antes.
Amar decidido, obcecado,
como quem troca de identidade e parte a um longo exílio.
Amar como quem volta de um longo exílio.
Amar quase que por, por bebedeira,
Amar desavisado . Amar desatinado, pressionando,
a amar mais do que é possível lembrar.

Amar com coragem, só isso.

Fabrício Carpinejar


Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
saltando da língua nacional
,
amor
feito som
vibração espacial.

Carlos Drummond de Andrade



Meus pensamentos
cruzam os teus
como aviões no ar

da janela
os corações acenam
sem saber se vão voltar
.

Alice Ruiz




Procurei amor em seus olhos, e encontrei no toque, procurei amor em suas palavras e encontrei no abraço apertado de todos os dias, procurei amor em teus escritos e encontrei nas atitudes. Mas sempre poderia ser só uma questão de interpretação errada. Afinal quem ama sempre encontra sinais.
Hoje eu quero tudo, quero o impossivel, a certeza. 
Quero sentir suas palavras, quero você gritando ao mundo o seu amor, quero sua loucura, quero você escalando muros para me ver, enfrentando dragões, atravessando desertos e voando em tapetes mágicos para me encontrar. Quero magia!


make it wit chu - queens of the stone age

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

" poderia ser vida ... 
é vício"

José Gama


 

Enquanto não

se voa 

caminhamos

para passar

o dia 



Claudio



O que você leva dentro?
Eu velo um abacaxi
entalado no ventre

Abacaxi também tem suas fases
flor, fruta doce
coroa de espinhos
casca grossa

O amor é um abacaxi


Suzana Mafra


ciclo vicioso

em você me refaço:
final feliz
continuado.


Márcia Leite




Preciso chorar uma noite inteira para o sol raiar
No idioma jamais conhecido, rezar
Para Deus me ouvir na imensidão do universo.
Correr muito, abrir as portas, pintar a parede, enfeitar,
Colorir, me esticar e dar muita risada
Por estar viva
Por amar e me sentir amada
infinitamente
Na simplicidade dos dias
E do olhar.


Denise Magalhães



pequenas sobrevivências:

eu vou morrer de fome
quando parar de sentir


Camila
 
 
 
 
 
Eu não sei o motivo mas tenho dias de ser triste. Por tudo que não fiz, que não tive, que jamais terei, por tudo que passei, que vivi, por tudo que devia ter feito de outra maneira. 
Preciso apenas de uma palavra, de uma cena de novela ou filme, de uma lembrança que é a centelha para voltar no tempo, ou voar no tempo que não tive. E então a melancolia vem junto com raiva, indignação e até revolta. E a raiva é nova, ela vem como se aquele sentimento  fosse de hoje. Vem renovada, vem forte.
Eu tento apagar mas ainda não consegui uma borracha que tenha este efeito. Mas como tudo em mim, é só um ciclo, um breve período, e logo vem aquela onda que varre tudo e joga para longe todo o sargaço que se acumula em sua margem...




eternas ondas - fagner

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

" A tua voz me toca...... Como se fossem mãos! "




Gosto mesmo é este de encher livros com silêncio. E te ouvir em voz baixa. Em duas batidas de coração acertamos o ritmo. Estamos sós. Até que, através de cartas coloridas, o futuro manda avisar que talvez não seja bem assim. Acontece que o problema não é nem quem vai me autorizar. É quem vai ter coragem pra me impedir de seguir em ti.

Cristiane Lisboa


Não quero regras
para teu bote de tinta
e fala,
quero a tua voz
com tom de explosão nova,

como soco na cara.

Barbara Lia


Sempre que ouço sua voz,
ela penetra profundo nos
recantos do meu ser.

Fecho os olhos e
ela torna-se real,
me abraçando,
me envolvendo toda,
num acalanto que me faz sonhar.

Suzana Motta



Fala-me sempre!

É suave é como a brisa da primavera.

A tua voz é sintonia para minha alma.

Reflexos dos meus sentimentos.

A tua voz me conforta me acaricia.

A tua voz me faz um convite nada inocente.

Um sussurro de amor presente, quente.

Faz cócegas em meus ouvidos.

Meche com minha líbido.
Penetra em minhas entranhas.

Me da vida só em ouvi-la.

Enche-me de idéias.

Fantasia minha inspiração.

Provoca-me alucinação.

Tira-me a razão.

do Blog Poemas de Amor



A primeira vez que você falou no meu ouvido foi mágico. Frases soltas, palavras ousadas, um sussurro. Sua voz é meiga, suave, tem um grave quando fala baixo, ou mais sério que me faz perder o chão. Eu vôo com você a lugares desconhecidos, eu vou com você para onde me levar.
E quando você canta para mim, é sonho sempre, sonho realizado, sonho idealizado.
Sua voz é sempre sedução, e posso ficar horas só escutando você falar, porque quando falas, falas com alma, com o corpo, com ardor.




ryan gosling - you always hurt the ones you love

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

" When tears are in your eyes I will dry them all"

© Julie Lemberger/Corbis



Ama teu homem e o segue, mas somente se ambos representarem um para o outro: 

amor, companheirismo e amizade. 

poema celta



o casamento é a união de duas almas
com um só proposito
é quando dois corpos se unem afim de seguir um mesmo destino
são dois corpos com um só coração
não adianta só amar pois se não tiver a compreensão o amor não perdura
não adianta um só querer a vontade dos dois tem que ser a mesma
não adianta ter apenas desejo
há horas que a amizade é fator essencial para o relacionamento
casamento é um conjunto de fatores onde o fator principal é o companherismo.

do site Since 4


Assim quando encontrar aquela pessoa que de alguma forma tente te entender, ouvir, criticar quando preciso, que te respeite, ai sim você encontrara alguém que realmente poderá confiar, alguém que deseja seu bem alguém que agora sim te acompanhara por toda a vida.

Luís Henrique Comparini


E, por companheirismo, não me refiro apenas ao hábito de o casal fazer tudo junto, tipo ir às compras, assistir aos programas preferidos na tevê, etc. Refiro-me a estar juntos incondicionalmente. Sabe aquela história de “na saúde e na doença, na alegria e na tristeza?.

Mayara Godoy



Amar de verdade não é amor de poemas ou novelas

Amar é cumplicidade, companheirismo, respeito...

Querer estar junto, se realizar no sorriso da pessoa amada

Não é preciso mil beijos dia nem ficar dizendo te amo
i
sso é demonstração de carinho.

Amar é caminhar junto descalço na chuva, brincar

roubar flores mesmo aquela que nasce na rua, faze-la feliz.

Este é o verdadeiro amor o de estar juntos de mãos dadas
enfrentar momentos bons e ruins, ser o porto seguro do outro.

Amor é tornar-se um só ser

vestir a mesma pele sentir as mesmas dores.


Joe Luigi


Todo companheirismo gera sacrifício. Para crescer sempre é necessário algum sacrifício. E companheiro que é realmente companheiro, admite abdicar de planos, sonhos, o que for necessário, para que o outro cresça. E , ao crescer, companheiro que é companheiro, não esquece o outro, carrega junto, sempre junto, o outro
Não existe crescimento sem algum sacrifício. E este sacríficio é daqueles que sabem ser companheiros no momento certo, na medida certa.

do Blog notas cotidianas



Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque,
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinho na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como "este foi difícil"
"prateou no ar dando rabanadas"
e faz o gesto com a mão.
O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.

Adélia Prado




Na verdade ninguém sabe o que faz duas pessoas permanecerem juntas. Muito se diz, muito se escreve, mas no fundo ninguém tem certeza. Alguns acham que é só o amor que dita o ficar, sim este é o mais imortante fator, tem que existir. Outros acham que a amizade, o querer bem é determinante, e sim, também acho, querer o bem do outro é tudo numa relação. Nós temos que nos despir do egoísmo de querer ser feliz e saber que fazer o outro feliz é mais importante. Mas isso vale para os dois, porque assim todos saem ganhando. E na construção deste amor, o material que dá a base, a solidez é o companheirismo, o estar junto, o cuidar, dar atenção. Saber ouvir, saber ler o outro, adivinhar o querer, velar...
Domingo de madrugada, depois de anos, acordei com aquela dor maldita, própria das mulheres, a sensação é de estão rasgando seus orgãos internos. Levantei, tomei o remédio e fiquei ali me contorcendo de dor em silêncio. Mas ele sentiu, abriu os olhos e me perguntou o que se passava, disse que fosse dormir porque já estava tudo encaminhado, mas ele desobedeceu, ficou me velando, passava a mão quente nos meus cabelos, beijava minha testa, e quando foi dormir porque o sono já lhe pesava as palpebras sintonizou um filme que sabia, eu ia gostar. 
A minha sensação naquele momento era que nós dois éramos uma só pessoa.


briged over troubled water - elvis presley

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

" We're caught in a trap I can't walk out because I love you too much baby"

© Fendis/Corbis



Amar não é aceitar tudo
Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que há falta de amor.

Vladimir Maiakóvski


O casamento dá uma intimidade rara, apaziguadora, salutar. Não há máscaras nem teatro: é o habitat natural de um homem e de uma mulher que se querem como são. A intimidade salva as relações extensas, a não ser quando as corrói. Contradição maquiavélica. O melhor e o pior dos mundos, nos obrigando a escolher entre o habitual e a novidade, entre a paz e a adrenalina, entre a rede e o salto. Sedução x segurança: que vença o melhor.

Martha Medeiros





Amar é cansar-se de estar só: é uma covardia portanto, 
e uma traição a nós próprios (importa soberanamente que não amemos).

Fernando Pessoa



Prisão...

É quando deixamos; nossos desejos e vontades.

Encarcerados, dentro de nós mesmos.

É quando deixamos de viver nosso momento.

Ocupar nosso espaço, seguir nossos passos.

Anna Flor-de-Lis


Para tornar a realidade suportável, todos temos de cultivar em nós certas pequenas loucuras.

Marcel Proust



Liberdade na vida é ter um amor pra se prender. A gente reclama muito da dependência, mas como é maravilhosa a dependência! Confiar no outro. Confiar no outro a ponto de não somente repartir a memória, mas repartir as fantasias. Confiar no outro a ponto de esquecer quem se foi, sem que o outro esteja junto. É talvez chegar em casa e contar seu dia e só sentir que teve um dia quando a gente conta como foi. É como se o ouvido da outra pessoa fosse nossos olhos. Amar é uma confissão. Amar é justamente quando o sussurro funciona muito melhor do que um grito...

Fabrício Carpinejar


Há vários motivos para não se amar uma pessoa 
e um só para amá-la.

Carlos Drummond de Andrade




Fechei os olhos para não te ver

e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados 
desceram lágrimas que não enxuguei,

e da minha boca fechada nasceram sussurros

e palavras mudas que te dediquei...



O amor é quando a gente mora um no outro.

Mário Quintana



E foi súbito, seus sonhos se tornaram meus, seu mundo se tornou meu, meus amigos são os nossos amigos, até a música que eu gosto mudou, entraram o Morrisey, Jon Spencer, Cat Power, PJ Harvey, White Stripes, Strokes, Pearl Jam, Mark Lanegan, J Mascis, Patty Smith...Sairam U2, Bon Jovi, Aerosmith, Guns and Roses, Coldplay ( embora ainda os escute quando estou sózinha...). 
Mas não fiz sacrificios, foi natural. 
Sinto falta do meu jeito de vestir, por muito tempo aceitei sugestões suas, queria te agradar, também achava que me vestia inadequadamente a um ambiente mais jovem, porque foi nesse primeiro item que senti a nossa diferença de idade. Sinto falta de peças do meu figurino, principalmente de poder usar saltos. Meu perfume Coco Chanel estou voltando a usar, decidi que sua alergia vai ter que aprender a conviver com ele. 
Mas por favor, não fique me dizendo como devo dirigir, afinal quando tirei minha habilitação você ainda era um menino de calças curtas. Não fica me dizendo como devo destrancar nossa fechadura problemática mesmo que eu faça errado. Não me dê instruções de como devo deixar os pratos na pia, mesmo que seja para você lavar. Não reclame porque deixo minhas roupas usadas em cima da cama,  e que as vou empilhando, eu sou assim! Afinal eu aceito que você não tome banho quando chega do futebol de madrugada ( afinal Deus lhe deu um dom de não ter cheiro de suor), aceito suas cuecas jogadas no pé do cesto de roupa ( custa jogar dentro?), aceito o tubo de pasta apertado ao meio, e tantos defeitinhos que se você não ficar pegando no meu pé , eu irei ver com doçura, e olhar sempre com um sorriso. 
Não vou me transformar na mulher perfeita para você, mesmo porque eu já sou!




suspicious minds - elvis presley

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

"A gente nasce e morre só. E talvez por isso mesmo é que se precisa tanto de viver acompanhado."

Rachel de Queiroz



Agora, 

o quarto onde ela mora 

é o quarto mais alegre da fazenda, 

tão claro que, ao meio dia, aparece uma 

renda de arabesco de sol nos ladrilhos 

vermelhos, 
que — coitados — tão velhos 

só hoje é que conhecem a luz do dia... 

A luz branca e fria 

também se mete às vezes pelo clarão

da telha milagrosa... 

Ou alguma estrela audaciosa 

careteia 

no espelho onde a moça se penteia.

Que linda camarinha! Era tão feia! 

— Você me disse um dia 
que sua vida era toda escuridão 
cinzenta, 

fria, 
sem um luar, sem um clarão... 

Por que você não experimenta? 

A moça foi tão bem sucedida... 

Ponha uma telha de vidro em sua vida!




Conversávamos sobre saudade. E de repente me apercebi de que não tenho saudade de nada. Isso independente de qualquer recordação de felicidade ou de tristeza, de tempo mais feliz, menos feliz. Saudade de nada. Nem da infância querida, nem sequer das borboletas azuis, Casimiro.
Nem mesmo de quem morreu. De quem morreu sinto é falta, o prejuízo da perda, a ausência. A vontade da presença, mas não no passado, e sim presença atual.
Saudade será isso? Queria tê-los aqui, agora. Voltar atrás? Acho que não, nem com eles.

A vida é uma coisa que tem de passar, uma obrigação de que é preciso dar conta. Uma dívida que se vai pagando todos os meses, todos os dias. Parece loucura lamentar o tempo em que se devia muito mais.




Você começa quando aprende a juntar as letras; faz frases engraçadinhas que seu avô acha gênio e mostra a todo mundo. Então você se convence de que é escritor.
Essa convicção representa um compromisso, desde aquela idade remota, "já que é um escritor, é obrigado a escrever". Se os pais são medíocres intelectualmente, o exercício da suposta vocação torna-se fácil.


Quarenta anos, quarenta e cinco. Você sente, obscuramente, nos seus ossos, que o tempo passou mais depressa do que esperava. Não lhe incomoda envelhecer, é claro. A velhice tem suas alegrias, as sua compensações - todos dizem isso, embora você pessoalmente, ainda não as tenha descoberto - mas acredita.




Morrer,
só se morre só. 
O moribundo se isola numa redoma de vidro,
ele e a sua agonia. 
Nada ajuda nem acompanha.




Rachel de Queiroz - Professora, jornalista, romancista, cronista e teatróloga brasileira nascida em Fortaleza, primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras (1977)




quarta-feira, 16 de novembro de 2011

" Quem acredita levianamente tem um coração leviano."

© clive nichols/Corbis



Eu não faço a menor idéia de como esperar você me querer. Porque se eu esperar, talvez eu não te queira mais.



Eu não queria ir embora e esperar o dia seguinte. Porque cansei dessa gente que manda ter mais calma. E me diz que sempre tem outro dia. E me diz que eu não posso esperar nada de ninguém. E me diz que eu preciso de uma camisa de força. Se você puder sofrer comigo a loucura que é estar vivo. Se você puder passar a noite em claro comigo de tanta vontade de viver esse dia sem esperar o outro, se você puder esquecer a camisa de força e me enroscar no seu corpo para que duas forças loucas tragam algum equilíbrio. Se você puder ser alguém de quem se espera algo, afinal, é uma grande mentira viver sozinho, permita-se. Eu só queria alguém pra vencer comigo esses dias terrivelmente chatos.

Tati Bernardi



A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? 

Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar.
 
Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. 

E pra ela? Por quem ela espera?
 E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. 
A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. 
Não por ser forte, e sim pelo contrário…

Caio Fernando Abreu



Depois de tantas buscas, encontros, desencontros, acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável, o máximo que eu puder, estando na minha própria pele

É me sentir confortável, mesmo acessando, vez ou outra, lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir.

Ana Jácomo


Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. 



Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Martha Medeiros


Viver de ilusão Os viciados em amor se iludem como se quisesse acreditar nas fantasias que criam. 
Isso faz, quase sempre, com que percam a capacidade de perceber quem é pessoa com quem estão. A conseqüência dessa perda de contato consigo mesmo(a) e com o próximo é terreno fertil para as frustrações inevitáveis desse tipo de envolvimento.
Quem vive um falso amor está maquilando uma situação, como quem esconde espinhas na face com uma base cremosa e esquece de tratar as espinhas.

do site vaidácerto



"Os dispostos se atraem". Os dispostos não ao amor, mas os dispostos a se entregarem a toda e qualquer pessoa que aparece em sua vida. Os dispostos a não esperar que alguém realmente especial apareça, mas aqueles "pesquisadores" que insistem em provar de tudo que lhe surge pelo caminho. Os dispostos a cometerem sempre as mesmas loucuras por tantos nomes que desfilam por suas vidas.
E são estas pessoas que dizem sempre como são fáceis de se apaixonar...
E seguem se proclamando de sofredoras, de não terem sorte no amor,de ter um coração burro, e mais tantas maneiras de explicarem sua leviandade com os sentimentos seus e alheios.
Acho incrivel como amor virou sinônimo de qualquer envolvimento por mais passageiro que ele seja, e viver, para esses, significa ser irresponsável e leviano. Amor é coisa séria!




o realejo - teatro mágico

terça-feira, 15 de novembro de 2011

"Me queira, isso me basta, para me dar inteira"

AUQUIER JOSEPH FINE




Amor é a coisa mais alegre
amor é a coisa mais triste
amor é coisa que mais quero.
Por causa dele podem entalhar-me,
Sou de pedra sabão.
Alegre ou triste,
amor é coisa que mais quero

Adélia Prado


Eu me perdi das horas
Quando encontrei a Paixão

Wanda


me deixa escrever teu nome
me deixa te escrever
só doerá um pouco
quando encostar minha alma na tua

Roseana Murray



O nosso amor
Vai ser assim
Eu pra você
Você pra mim


Vinicius de Moraes



Pois que o euteamo é da dinâmica dos dias
É do melhoramento do amor
É do avanço dele
É verbo de consistência
É conjugação de alquimia
É do departamento das coisas eternas
que se repetem variadas e iguais todos os dias
na fartura das rotações e seus relógios de colmeias
no ciclo das noites e na eternidade das estréias

Elisa Lucinda



Alguém uma vez disse que o amor só existe quando é retribuido, que amar sem ser amado é obssessão, é doença.  Mas será verdade? Não amamos sózinhos?
Talvez a insistência em ficar com alguém que não te ame seja um pouco de masoquismo ou teimosia.
Já fui tantas vezes acusada por isso. 
Mas existem sinais que só nós que estamos envolvidos os vemos, sim, eu sei às vezes pensamos que vemos...pode ser. Mas eu via, sentia, estava no abraço dado sem motivo, no carinho feito sem hora marcada, nas palavras que pediam para ficar nas horas em que quis ir embora, e mais ainda quando fazíamos amor, porque sim, sempre fizemos amor, eu sempre pensava: é muito mais que sexo, sempre nos entregamos um ao outro...


me deixas louca- elis regina


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

"De modo suave, você pode sacudir o mundo."

Matt Hardy



Não foi o martelo que deixou perfeitas estas pedras, 
mas a água, com sua doçura, sua dança, e sua canção. 
Onde a dureza só faz destruir, a suavidade consegue esculpir.

Tagore



No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas

que o vento não conseguiu levar:

um estribilho antigo
um carinho no momento preciso

o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento...


Mário Quintana



Nesse mistério de ser,
ela simplificava sentindo...

Patty Vicensotti



As pessoas acham que a alma gêmea é o encaixe perfeito, e é isso que todo mundo quer. Mas a verdadeira alma gêmea é um espelho: a pessoa que mostra tudo que está prendendo você, a pessoa que chama a sua atenção para você mesmo, para que você possa mudar a sua vida. Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer, porque elas derrubam as suas paredes e te acordam com um tapa. Mas viver com uma alma gêmea para sempre? Não! Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida para revelar a você uma outra camada de você mesma, e depois vão embora.

do livro Comer, Rezar e Amar


Pelas plantas dos pés subia um estremecimento de medo,
o sussurro de que a terra poderia aprofundar-se.
E de dentro erguiam-se certas borboletas batendo asas por todo o corpo.
  
Clarice Lispector


As vezes me olho no espelho
Vejo o rosto de uma vencedora
De alguém que muito batalhou
E que muito também conquistou
Mas se tirar o espelho da frente da face
Eis que fica a duvida
Pois agora sem me olhar nos olhos
Descubro que não sou diferente de ninguém
Que tenho medos e culpas
Que sou igual a qualquer um
Sou uma pessoa normal
Que sofre e ama como todos

Simone


Toda pessoa por quem temos carinho 
e que de alguma forma faz parte da nossa vida, 
é de todas as formas, insubstituível.

Brunekkkah



Tem uma pessoa que retalha sempre comigo. Ela sai costurando e me deixando sempre palavras carinhosas, porque tem um modo suave de escrever. Suas poesias falam sempre do que ela sente naquele momento, e nós sentimos junto com ela...
Hoje foi para você Simone, embora com atraso...


hoje também estou aqui, com a menina no sótão!




happy birthday - the beatles