sexta-feira, 30 de março de 2012

" o homem só envelhece quando os lamentos substituem os sonhos"





Eu sonho acordada, mesmo, como uma mocinha de quinze anos. É o que se chama de sonho estéril. Imagino situações, imagino conversas e cenas - pareço nunca ter tido nenhuma experiência.
 
Clarice Lispector







Eu tenho uma espécie de dever, 
dever de sonhar, de sonhar sempre, 

pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo, 

eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. 

E, assim, me construo a ouro e sedas, 
em salas 
supostas, invento palco, cenário 
para viver o meu sonho 

entre luzes brandas e músicas invisíveis.

Fernando Pessoa






Há quem diga que todas as noites são de sonhos. 
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância. 
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.

William Shakespeare
 
 
 
 
O sonho encheu a noite

Extravasou pro meu dia

Encheu minha vida

E é dele que eu vou viver

Porque sonho não morre.

Adélia Prado




Há sonhos que devem permanecer nas gavetas,
 no cofre, trancados até o nosso fim.
 E por isso passíveis de serem sonhados a vida inteira.
 
Hilda Hilst




Desde que me entendo por gente tenho esse costume bobo de sonhar, assim como disse Clarice, imaginando diálogos, situações, roupas. Viajo no passado, mudo tudo, vou ao futuro me visitar para saber como vai ser. São sonhos malucos, podem ser com a minha realidade, ou aquela inventada que dorme em nosso inconsciente. É uma espécie de mundo paralelo onde posso ser eu mesma e outras, onde vivo aquilo que desejo ou que não tive coragem, ou simplesmente revivo momentos onde só existiu felicidade. Sim, todos são sonhos cor de rosa!






dreamer - astrud gilberto

terça-feira, 27 de março de 2012

" o que eu sinto agora, dentro de cada pedacinho meu, é um monte de suspiros coloridos."

 
Lany da Costa
 
 
 
 
Há os que voluntariam para o amor, pensando que o amor enriquecerá a vida pessoal. É o contrário: amor é finalmente a pobreza. Amor é não ter. Inclusive amor é a desilusão do que se pensava que era amor. E não é prêmio, por isso não envaidece, amor não é prêmio (...)

Clarice Lispector







tudo que eu quero nessa vida toda vida é amar você
em terra céu e mar eu vou te acompanhar


 





lógica.


 
se a gente é o que a gente faz.
eu sou só amor. coração.

Renata Carneiro



E percebo-te melhor. Só nós dois podemos trocar
Um no outro o que cada um tem para dar.
Só nós dois somos um, não tu e a noite

Wallace Stevens



É hora do presente, virar presente


Abra o coração. Estique o sorriso. Caminhe de mãos dadas. Enrole os braços em alguém. Coloque o coração pra perdoar. Diga palavras felizes ao acordar. Chore toda mágoa. Chore o mar inteiro. Balance uma criança.
Quando se pensa no futuro portas devem ser abertas por dentro, ficar brilhante. Hoje não é dia de arrumar as memórias. Hoje é o dia de começar de novo. Sonhar de novo.
 
Vanessa Leonardi





Se me perguntarem qual o sentimento 
que considero mais bonito ou mais importante, 
vou abrir um sorriso e dizer : 
o correspondido!

 
Martha Medeiros





Amor não se pede, não se mede, não se procura, não se encontra, o amor acontece.
E vai chegar naquele momento em que você, desprevenido, se deixar levar, se entregar...
Não acredito em quem ama muitos amores, porque amar, de verdade, é doação, é se dar plenamente, é revelar sua alma e nada mais esperar em troca.
Amar consome mas em troca há vida.




this is love - pj harvey

domingo, 25 de março de 2012

" se sua boca silencia a minha grita "



tumbir

silêncio

 
a não palavra
o tudo — mudo —
reticência que trava
todo acesso
obstrui o trato
texto tácito
que flui e não
cessa
em si

Valéria Tarelho
 

muros
 


1.
muro, o corpo.
a vida se salva
da janela.

2.
pedras fincadas
nos búzios
dizem os muros,
os quilates de muros.

todo limite pode ser punhal.

suzana bandeira
 
 
 
 
 
é real esta ansiedade. aposta, cavalos, dois corcéis negros tão perto da colisão, nistagmo. vertigem em espiral, pré-síncope. antes de perder os sentidos. tentativa de controlar o caos. depois há nuvens, clorofórmio,

torpor, repetição que acalma


Virna Teixeira



Desabei
desfiz em cacos.
Vaguei pelo inverso do tempo
retalhei em farrapos.
Fui onde o som não chega
ouvi o quanto grita
o silêncio.

Onde a luz não alcança
percebi a falta
que o brilho faz.
Vi-me abandonada
por quem realmente importa.

Pedi socorro
e pequei por omissão.
Dei voz a cada pedaço de alma
que encontrei
e contei a um por um,
minha história em capítulos.

Se pude ler-me por outras línguas,
sucumbi também ao peso
de cada palavra dita.
Desci, finalmente,
ao inferno que esperei.
Verdades, mentiras,
medos, virtudes
se aglomeraram
em caos incandescente.

Buraco negro.
Um universo está prestes a surgir...





O amor suporta tudo, explica tudo, te deixa mais forte (?). 
Tinha uma vida metódica e prevista e me encantei com o fugidio, talvez por ingenuidade ou arrogância pensei que só amor bastaria, que minha força seria suficiente, e me espantei porque sempre que fui exigida nascia uma nova mulher. 
Morrer todos os dias não faz bem a ninguém. Sofrer por amor pode até virar poesia, mas deixa marcas como tatuagem que para ser apagada tem que queimar...
Converti em lágrimas e palavras, a dor.
Enquanto havia a luta por você e contra você, o corpo quente não sentia as marcas.
Já nasci forte, aprendi a lutar desde o inicio, mas não me ensinaram como faz para esquecer...
E de novo, tenho que dentro de mim, encontrar como faço. Achar o meu caminho.
Aprender a viver com tudo de bonito que vejo nos seus olhos e escuto de tua boca.





fotografia - nara leão e tom jobim

quinta-feira, 22 de março de 2012

" O meu amor é espasmo que é do corpo e igualmente da alma."

tumbir


É fácil viver as caricaturas do amor, mas o autêntico amor é exigente. A autenticidade do amor se verifica pela cruz. Todo amor verdadeiro traz o sinal do sacrifício. E é através desse sinal que você identifica o verdadeiro amor e o falso. Não há amor sem renúncia. Depois que o pecado entrou em nossa história, amar tornou-se uma 'imolação a si mesmo', uma verdadeira crucificação própria. Mas os seus frutos são doces.

Felipe Aquino



Falar de amor é mais que tudo falar do que a maioria pensa que sente.
De verdade só é verdadeiro e eterno o amor universal, incondicional.
Amor incondicional é o amor que não está condicionado a absolutamente nada!
Quando amamos de verdade, isso independe de estar junto ou não do ser amado.
O amor de verdade não condiciona e não obriga, e flui de nós para o ser amado sem condição alguma. Simplesmente flui!




É possível mensurar o quanto gostamos de alguém? Há como dizer em que grau o som de sua voz e o calor de sua pele nos fazem falta ou com que intensidade queremos seu bem? O curioso é que, mesmo quando temos certeza da imensidão do sentimento que nos invade, muitas vezes surge o desejo -– e o desafio -– de oferecer ao outro as dimensões desse afeto. Surgem daí os diálogos entre apaixonados que, depois de um beijo e antes de um carinho, se divertem contabilizando o querer.

Glaucia Leal



O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido colorido e poetizado. Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa. Ele vive do que não morreu, mesmo tento ficado para depois, vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes.

Artur da Távola  



Eu pensava ter conhecido o amor.
Um dia um belo rapaz sussurrou no meu ouvido palavras de tentação.
Sucumbi.
Senti algo que nunca encontrei descrição, não era só sexo, volupia, desejo.
Não era só romance, carinho, convivência.
Uma vez um amigo me descreveu o que sentia ao usar LSD, e eu vi ali toda sensação que vivo quando fazemos amor. Cores, planos diversos, coração acelerado, sentidos a flor da pele, uma viagem.
Mas não era só isso.
Faltava saber o que era aquela ternura. Só encontro descrição igual ao ler sobre o amor materno, aquele que as mães sentem ao olhar para as crias. Aquela ternura que deixa seus olhos cheios d'agua só em ve-lo dormir, aquela sensação de que tudo valeu a pena simplesmente por ve-lo sorrir. Aquele desejo que ele seja feliz mesmo que isso seja longe de você.
Mas ainda sentia mais, o que era aquela elevação quando estou em seus braços, o que é aquela sensação de nada e tudo ao mesmo tempo que nunca senti antes, onde fica aquele lugar que visito quando estamos abraçados, ou quando terminamos de fazer amor, aquele lugar lindo, que nao tem figuras, cheiros, sons, mas te dá uma Paz ... parece aquilo que sentem os gurus na presença de Deus, na presença do Amor Completo.

Thelma Ramalho





the glory of love - paul mccartney

terça-feira, 20 de março de 2012

" o outono é uma estação mais da alma que do coração"

Uma borboleta amarela?

Ou uma folha seca

Que se desprendeu e não quis pousar?

Mário Quintana






O outono de azulejo e porcelana
Chegou! Minha janela é um céu aberto.
É esse estado de graça quotidiana
Ninguém o tem sob outros céus, decerto!
Agora, tudo transluz... tanto mais perto

Mário Quintana


Uma névoa de Outono o ar raro vela,

Cores de meia-cor pairam no céu.

O que indistintamente se revela,

Árvores, casas, montes, nada é meu.

Sim, vejo-o, e pela vista sou seu dono.

Sim, sinto-o eu pelo coração, o como.

Mas entre mim e ver há um grande sono.

De sentir é só a janela a que eu assomo.

Fernando Pessoa


Se é sempre Outono o rir das primaveras,

Castelos, um a um, deixa-os cair...

Que a vida é um constante derruir

De palácios do Reino das Quimeras!

Florbela Espanca


Tu és a folha de outono

voante pelo jardim.

Deixo-te a minha saudade

- a melhor parte de mim.

Certa de que tudo é vão.

Que tudo é menos que o vento,

menos que as folhas do chão…

Cecilia Meireles


Vede como do galho,
Molhado inda de orvalho,
Maduro o fruto cai…
Interrompendo as danças,
Aproveitai, crianças!
Os frutos apanhai!

Olavo Bilac
 
 
 
 
Sempre tive curiosidade sobre o outono. Onde nasci não temos as 4 estações do ano, é sol e chuva, chuva e sol. 
Até que um dia cheguei em Nova York e vi o Central Park coberto por folhas de todas as cores, era um lindo degradé de tons terrosos. As árvores pareciam esqueletos, resistindo de pé a uma batalha. Em Oak Park, Chicago, corri as ruas que mais pareciam tapetes, o céu azul, o sol brilhava e só o vento frio me fazia acordar quando soprava.
Acho que o outono nos faz ficar em casa nas noites frias e nos faz querer sair nos dias ensolarados, é o tempo entre o calor e o frio, o tempo dos frutos maduros.
 
 
 autumn

segunda-feira, 19 de março de 2012

" Ah, eu sempre quis um amor que amasse."

tumbir



Todo amor que conta
começa com era uma vez
metade conto-de-fadas
metade jogo de xadrez.

Italo Campos


Sempre quis um amor
que coubesse no que me disse.
.
Sempre quis uma meninice
entre menino e senhor
uma cachorrice
onde tanto pudesse a sem-vergonhice
do macho
quanto a sabedoria do sabedor.
.
Sempre quis um amor cujo
BOM DIA!
morasse na eternidade de encadear os tempos:
passado presente futuro
coisa da mesma embocadura
sabor da mesma golada.

Elisa Lucinda


O amor me fere é debaixo do braço,
de um vão entre as costelas.
Atinge o meu coração é por esta via inclinada.
Eu ponho o amor no pilão com cinza
e grão de roxo e soco. Macero ele,
faço dele cataplasma
e ponho sobre a ferida.

Adelia Prado



nosso

eu sei que são meus:

todos os seus desabafos,
os segredos,
as melhores risadas,
o tesão, o desejo, a vontade de,
as lágrimas mais apertadas,
o carinho e a amizade,
a confiança, o respeito e a cumplicidade.
o amor. e tudo que faz parte.

pode ter certeza que os meus são seus também.
sou sua. só.

Renata Carneiro



Amor não tem manual de instrução, ainda bem pois tenho preguiça de entende-los, além disso eles nunca dão a maneira certa de acertar tudo. Mas ajudaria ter atalhos para simplificar certos caminhos que às vezes tomamos. Alguns por acharmos ser mais simples, outros por comodidade ou medo, e depois vemos que era tão mais simples ter seguido apenas em linha reta. Tentamos não ser previsiveis, procuramos soluções mirabolantes, quando na verdade, branco vai ser sempre branco, tudo é do jeito que é, sem fantasia. Seria esta uma maneira cética de amar? Seria esta uma maneira certa de amar?




um jeito estupido de amar - maria bethânia

sexta-feira, 16 de março de 2012

" Seu mundo é a pedra do meu anel."


Pedro Libório




Poderia ter acontecido.
Teve que acontecer.
Aconteceu antes. Depois. Mais perto. Mais longe.
Aconteceu, mas não com você.
Você foi salvo pois foi o primeiro.
Você foi salvo pois foi o último
.
Porque estava sozinho. Com outros. Na direita. Na esquerda.
Porque chovia. Por causa da sombra.
Por causa do sol.
Você teve sorte, havia uma floresta.
Você teve sorte, não havia árvores.
(...)
Então você está aí? A salvo, por enquanto, das tormentas em curso?
Um só buraco na rede e você escapou?
Fiquei mudo de surpresa.
Escuta,
como seu coração dispara em mim.


Wislawa Szymborska


Ele não adivinha mas
o silêncio aqui dentro
é
enorme

Alice Sant'ana


durante o instante
que o tempo dura
(passa o besouro abre
a flor)
o tempo é durante
que dura o instante
(eu e o tempo que não
liga para mim)
(pousa o besouro
na flor meio aberta)

Vanessa Campos da Rocha


Palavra, conheço as antigas. Gotícula, pirilamo, amor. As que me deste, guardo no bolso. Para o caso de algum alumbramento acontecer. E assim vou em frente. Torcendo para que não acabe exatamente esta vontade de querer que nunca acabe.

Cristiane Lisboa


Que Santo Antônio

nos proteja

e nos mantenha assim:

uma aliança imaginária em cada dedo

nos unindo pra sempre

do Blog Escrevendo aqui quase sempre


  
Nos momentos em que a tristeza atravessa meus olhos  e dentro de mim tudo arde feito joelhos ralados,  eu preciso que você ( e só você vai poder tirar isso de mim ) tenha as palavras certas,  o olhar exato, e a vida inteira e para sempre para me cobrir de amor.
Eu preciso sentir, eu preciso saber, eu preciso de pegar nas minhas mãos, para que tudo seja assim, infinitamente , como o meu amor...



how deep is the ocean - billie Holiday

quarta-feira, 14 de março de 2012

" Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia."

Anca Cernoschi




Ser poeta é ser mais alto, é ser maior

Do que os homens! Morder como quem beija!

É ser mendigo e dar como quem seja

Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!



Florbela Espanca


Enquanto faço o verso, tu decerto vives.
Trabalhas tua riqueza, e eu trabalho o sangue.
Dirás que sangue é o não teres teu ouro
E o poeta te diz: compra o teu tempo.

Hilda Hilst


Eu canto porque o instante existe 

e a minha vida está completa.

Não sou alegre nem sou triste:

sou poeta.

Irmão das coisas fugidias, 

não sinto gozo nem tormento.

Atravesso noites e dias
no vento.


Cecilia Meireles


Quem me dera que a poesia 
Fosse mais do que a escrever ! 

Canta agora a cotovia 

Sem se lembrar de viver...

Fernando Pessoa




Gastei uma hora pensando um verso
que a pena não quer escrever.

No entanto ele está cá dentro

inquieto, vivo.

Ele está cá dentro

e não quer sair.

Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira.

Carlos Drummond de Andrade




Quero escrever noções
sem o uso abusivo da palavra.
Só me resta ficar nua:
nada tenho mais a perder. 

Clarice Lispector




Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

Mário Quintana




A poesia está na vida, nos dias, nas horas, nas palavras, nos momentos, no pensamento. Ela vive e se alimenta dentro da gente, e nasce na escrita, na palavra dita. A poesia é nosso sentimento transformado em palavras... 


Hoje é o dia Nacional da Poesia



mensagem a poesia - vinicius de moraes

terça-feira, 13 de março de 2012

"Alem do céu e da terra"




Construir uma história é juntar centenas de pequenas estórias, retratos e instantes apaixonados. Construir um diário onde as palavras sejam repletas de desejo, de sentimentos é uma tarefa das mais árduas, e nada melhor que escrever a 4 mãos.

Marcello Lopes




PARA TI

Tua boca entreaberta
Feito a curva que o rio faz antes de alcançar o mar
É onde desenhei você e eu
Me arde... sou casal sem par.
Dê-me tuas pernas para que as minhas se abram
Dê-me tuas costas e teu peito
Quero ler teu corpo folha a folha, água por água, de onde se soltam os laços de tua alma
Dê-me a oferta de nossa história que só você carrega, eu não - andei perdida e sem jeito

Entreabre o véu d`água, pra ver. Já estou nua.

Suzana Guimarães




somos uma música
da qual ninguém se lembra.
e mesmo assim eu persisto,
porque depois de tudo
ainda há poesia,

vestígios, restos de estrelas,
ecos dos nossos sonhos,
o teu calor em mim,
esta longa noite...
e nada mais.

Cynthia Lopes

beijo meu

para velar te
o sono que ha de vir
para te dormir



o verbo fudamental essencial
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar
o verbo pluriamar,
razão de ser e viver.

Carlos Drummond de Andrade


Amor é química estão provando os cientistas. Talvez isso nos responda porque uma pessoa entre tantas vai aparecer e girar seu mundo na velocidade da luz e lhe mudar de  maneira irrevesível.  Suas pernas tremem, seu coração acelera, sua boca pede só beijos dele, é tudo culpa dos hormônios.




quinta-feira, 8 de março de 2012

Por isso não provoque, é cor de rosa choque!

© John Edouard Anderson/Corbis




era uma vez

uma mulher que via

um futuro grandioso

para cada homem que a tocava
um dia


ela se tocou
eu pensava que o amor


me faria uma rainha

e quando você chegasse

eu não seria mais sozinha

Alice Ruiz





She should have stood out in a crowd
She should have made her mother proud
She should have fallen on her stance
She should have had another chance

She should have - been a son

Ela devia ter feito sua mãe orgulhosa
Ela devia ter feito se destacado na multidão
Ela devia ter tido outra chance
Ela devia ter caído de pé

Ela devia ter - sido filho

Been a son - Kurt Cobain




Woman is the nigger of the world
Yes she is...think about it
Woman is the nigger of the world
Think about it...do something about it
We make her paint her face and dance
If she won't be slave, we say that she don't love us
If she's real, we say she's trying to be a man
While putting her down we pretend that she is above us

A mulher é o escravo do mundo
Sim, ela é...pense nisso
A mulher é o escravo do mundo
Pense nisso...faça algo sobre isso

Nós a fazemos pintar o rosto e dançar
Se ela não for uma escrava, dizemos que elas não nos amam
Se ela é real, dizemos que ela está tentando ser um homem
Enquanto a colocamos pra baixo, fingimos que ela está por cima


Woman is a niger of the world - John Lennon

So sad, so sad, sometimes she feels so sad
Alone in her apartment she'd dwell
Till the man of her dreams comes to break the spell
Ah, stay, don't stand her up
And he comes and he stays, but he leaves the next day
So sad, sometimes she feels so sad

As she posts another letter to the sound of five
People gather 'round her and she finds it hard to stay alive
It's just another day

Tão triste,tão triste,às vezes ela se sente tão triste
Sozinha em seu apartamento ela moraria
Até que o homem dos seus sonhos viesse quebrar o encanto
Oh, Fique,não saia por aí
E ele vem,e ele fica,mas vai embora no dia seguinte
Tão triste,às vezes ela se sente tão triste

Enquanto envia mais uma carta ao som das cinco
As pessoas se recolhemem a sua volta,e ela sente dificuldade em manter-se viva
É só mais um dia

Another day - Paul McCartney







Espio sem um ai
as evoluções do teu confronto
à minha sombra
desde a escolha
debruçada no menu;
um peixe grelhado
um namorado
uma água
sem gás
de decolagem:
leitor ensurdecido
talvez embevecido
"ao sucesso"
diria meu censor
"à escuta"
diria meu amor

Ana Cristina César



E desde o inicio fomos vistas como seres menores, traiçoeiros, a serpente que tirou a maçã da árvore. E de pecadoras fomos a escravas,  na condição de mentalmente incapazes, tiraram os livros, o saber, nos deram fogão e filhos, nos trancaram a domicilio. E fomos aos poucos procurando nosso espaço, reconquistando um lugar fora dos dominios masculinos, gritando, brigando, mudando. Chegando de mansinho com jeitinho, chegando junto chutando, adquirindo, tomando posse.
E mesmo lutando para sobreviver no mundo feito para os homens, ainda temos tempo para ama-los, cria-los, e de vez em quando olhamos no espelho e passamos um batom vermelho e brincamos de ser sexy.




cor de rosa choque - rita lee

sexta-feira, 2 de março de 2012

" Quantas vezes te abracei num sorriso ... Nunca percebestes?"

Marilyn Monroe photographed by Bert Stern in 1962




Mãos insaciáveis
á deriva de seus desejo
boca gêmea de sua língua
invade
-vai...


Mara Faturi




Ouça-me...

E se eu viesse até você,

Num fim de tarde qualquer

Primeiros dias de outono,

Sem pressa, sem graça

Desorientada... Trêmula,

Com um sorriso desbotado nos lábios?



Saída do vento - cabelos armados

Vestindo esse desejo antigo,

Totalmente desafortunado!
Alimentando entre os dedos, 

Em movimentos pouco seguros...

A esperança de ser tua!

Que farias tu?






O amor grita seu silêncio e nos dá sua música.

Nós dançamos sua felicidade em delírio

Porque somos o alimento preferido do amor,

Se estivermos também a devorá-lo.
O amor, eu não conheço.

E é exatamente por isso que o desejo e me jogo do seu abismo,

Me aventurando ao seu encontro.
A vida só existe quando o amor a navega.

Morrer de amor é a substância de que a vida é feita.

Ou melhor, só se vive no amor.

E a língua do amor é a língua que eu falo e escuto.

Paulo Moska





Em teus braços o mundo perde a acidez, as palavras viram perfume e tudo  que é assustador e triste evapora. Teus afagos desbotam meus medos e as coisas que vejo são leves e bonitas. O som de tua voz embala novos planos e minha carência dá lugar a uma paixão sem fim…





Você me veio com gosto de pecado, com jeito de menino levado que rouba a fruta do vizinho. Mãos grandes e quentes que me abrigaram, forte como o tronco do meu jambeiro que resiste ao tempo. Sombra para meu repouso, cores para meu dia, música para minhas noites. Ninguém falou de amor. Minha boca precisava dizer: eu te amo, mas o medo me fez calar. Enquanto isso a nossa linguagem universal foi o toque e o olhar. Um dia eu pedi para que você se deixasse amar...



i want you - tom waits