segunda-feira, 29 de abril de 2013

"Belezas são coisas acesas por dentro."



pinterest



Quando usar a face polida perceba que eu também uso a minha. Desde o início aceitamos a esgrima facial, agora não dá mais pra entortar a espada gloriosa e dizer que ela é só para o treino, que eu não sou seu oponente. Já te vi menino, já te vi velho, já te vi mais polido.

Andrea del Fuego


Antes que o mundo acabe, (...),
Deita-te e prova
Esse milagre do gosto
Que se fez na minha boca
Enquanto o mundo grita
Belicoso. E ao meu lado
Te fazes árabe, me faço israelita
E nos cobrimos de beijos
E de flores

Hilda Hilst


A tua presença
Entra pelos sete buracos da minha cabeça
A tua presença
Pelos olhos, boca, narinas e orelhas
A tua presença
Paralisa meu momento em que tudo começa

A tua presença
Desintegra e atualiza a minha presença
A tua presença
Envolve meu tronco, meus braços e minhas pernas


Caetano Veloso



Desejo o que tu deseja e isso pouco, quase nada quer dizer. Trocamos nossos destinos de maneira a tudo parecer escolha. Não foi. Não é. Uma hora a gente descobre se isso é bom ou ruim. Por enquanto, temos as gargalhadas, as lágrimas, o rio encontrado debaixo do outro rio, as ligações internacionais e o tão aguardado fim de agosto. Que tá na hora da gente voltar a acreditar que existe flor.

Cristiane Lisbôa


 

Passamos por tantas ruas, calçadas e trilhas. Ja nos vimos sorriso, lágrimas e gritos, nos abraçamos, no jogamos, atiramos, e caimos no chão. Paramos e nos desencontramos, eu muito, você um tanto.
Mas sempre tivemos as noites, os corpos, as mãos, o calor. Éramos sempre um. Somos.
O tempo brincou com a gente. Nos desencontramos e ficamos juntos. Sem querer, por obrigação? Prazer e dor.
Ser feliz tem que ser de verdade, de vontade.  Temos que ser dois e só.



te mereço - tiê

quinta-feira, 18 de abril de 2013

" ter medo de me perder ainda não é me ganhar"


Pinterest



Chorar, ao inchar, aumenta o olho de quem chora.

Incha o olho de quem olha o choro, como,

ao se inchar, infla a dor de quem o inchou e olhou-o.

E embora o(s) olho(s) inchado(s) diminua(m) a visão


tampouco adiantaria o contrário:

o olho inchado não enxerga

o que não é choro ao seu redor.

do Blog joão's opiniões



Palavras? Sim. De ar
e perdidas no ar.

Deixa que eu me perca entre palavras,
deixa que eu seja o ar entre esses lábios,
um sopro erramundo sem contornos,
breve aroma que no ar se desvanece.
Também a luz em si mesma se perde
.

Octavio Paz, tradução Haroldo de Campos



A gente sente. É isso. Não precisa explicar. Nem escrever. Nem descrever. Muito menos convencer. A gente sente. E absorve o impacto disso. Às vezes devagar. Outras vezes ignora e sente outras coisas. Só sei que. Não. Não sei. Sinto. E nem sempre sei. Só.

Vanessa Campos



DETALHE

este caco de espelho
queimando feito brasa  viva

memória tão breve de uma
vida sólida em princípios

e leve no que sustenta
um corpo de cabeça erguida

viver é um verbo sem saída

Lau Siqueira



Me sinto num carrossel que roda, roda e fica no mesmo lugar. 
Olhando as mesmas paisagens. 
Tudo permanece. 
Estático.
Olho as pessoas como se o tempo não passasse.
Tudo vazio quando levanto a cabeça e tento enxergar o que vem depois.
Acordo e não lembro dos sonhos.
Os passos não me levam a lugar nenhum.
Parei.
Onde está você, meu principe, que não vem me tirar deste lugar ?




joão e maria - lauro corona e glória pires

quinta-feira, 11 de abril de 2013

"Mas eu não tenho mais certeza de nada do que ontem falei pra você."

http://cristianelisboa.wordpress.com




meus olhos viram musgo
mofados de lembranças
úmidos escorrem
pela madrugada
frios
como uma lápide.


Mara Faturi



Embalsamada minha alma...

Tranquei-me em luto branco
Fechei boca,
Ouvidos...
Entrefechei os olhos.
Os ventos secaram as lágrimas
O tempo ganhou

 
Suzana Guimarães



A névoa da incerteza
impede meus passos rápidos.
Não vejo nada além
do amor que sinto
e tropeço
confusa
no caminho que não enxergo.
Meus pés já foram firmes
mas eu não te conhecia.

Amar não é seguro
mas me basta.

Por enquanto.



do Blog não me conte seus segredos



Que a gente siga assustando
as pessoas que não
merecem se encantar.
Que a gente siga afugentando
quem não merece ficar.
Que a gente siga!


Tati Bernardi




Uma mágoa quando se transforma em palavras tem o som de um martelo quando bate na pedra, e fica ecoando, ecoando, ecoando...
As palavras saem, voam, permanecem. Ferem.
Não sei se é revide. Não sei. Acho que sim.
A primeira reação é ferir quem nos feriu. Olho por olho.
Queria ter 7 anos e chorar com os joelhos ralados e minha mãe passar mercúrio cromo. Eu adorava te-los pintados de vermelho. No outro dia já nem sentia doer.
Depois de uma mentira, toda verdade se transforma em dúvida, li isso em algum lugar.
Palavras vãs, escritas e ditas me assustam, elas tem o poder de transformar nada em algo concreto?
As agulhas estão espetadas no meu corpo, todas as vezes que respiro dói.
Esquecer é verbo transitivo direto e indireto. Eu não consigo conjugar.
Seguir e acreditar é desafio de quem ainda insiste ser romântica. Apesar de.



olha só moreno - mallu magalhães

segunda-feira, 1 de abril de 2013

" a acidez das coisas sensíveis aos dentes"



Pinterest




Mordeu a cebola com altivez e mastigou solenemente.
Depois, chorou. Por horas. Sem parar.
Não se sabe se pela cebola. Ou pelo coração.


Rafael Cal



eu queria que caísse uma tempestade.
uma daquelas bem fortes e permanentes, que lavasse todas as minhas dúvidas.
uma chuva que lavasse a solidão também, uma chuva como a que o Dylan prenuncia em uma das músicas.
 
é verdade que eu não estou tão em falta assim, mas no fundo, eu fico pensando se uma chuva dessas não colocaria minha cabeça sonolenta e cansada no lugar, ou se me afogaria de vez e resolveria tudo.

do Blog quarenta e três pores de sol


O Amor
Esta medida desmedida
Este sim e aquele não
Os dia para os passeios
As noites para os sonhos
Os erros, os acertos e as tentativas
Todas misturadas nesta potência divina
Neste turbilhão de emoção e ação
Ah, o amor
Essa delícia, essa dor, essa ausência e presença
Esse estar, esse tentar
O constante início
E o degradante fim
O amor 


Cintia Stanquieri



Entenda que esse gosto de ineditismo me encanta e sua presença e carinho embriagam, viciam. Que não importa o lugar, importa você. Que meus olhos não têm outro destino que não os seus, tampouco minhas mãos e as batidas (des)compassadas daqui de dentro. Que ouvir um “gosto bastante de você” é ter uma manhã azul de domingo acontecendo toda vez aqui dentro, e por isso mesmo eu te pergunto e peço tanto pra falar mais (tenta entender, lindo). Que quero estar ao seu lado em dias normais e estranhos, fáceis e difíceis, de mal ou bem-estar.

Então, lindo, saiba. Saiba que meu bem-querer é teimoso o suficiente pra durar infinitos invernos, mas requer algumas doses de paciência e cuidado. E isso é simples: basta que você me encaixe naquele vão do seu pescoço e, juntos, saiamos para desbravar a vida. Mais nada.


do Blog Culpa da Clarice





e nunca esquecerei que não há mais
tempo para cobrir as cicatrizes

Lau Siqueira




Existe o tempo de ficar, o tempo de insistir, o tempo de mudar ou de permanecer. Existe a verdade dita, a verdade crua e a verdadade que a gente quer.
Viver é um labirinto onde muitas vezes queremos nos perder, nem sempre precisamos do que é certo.
E o que é certo?
O que nos faz feliz? O que nos faz dignos ?
E essa tal felicidade, existe ou temos que procura-la para sempre?
Entre dúvidas e certezas, sangrando e ainda doendo procuro apenas respirar...



( if loving you is wrong) i don't want to br right - luther ingram