sleeping beauty

Por que me descobriste no abandono
Com que tortura me arrancaste um beijo
Por que me incendiaste de desejo
Quando eu estava bem, morta de sono
Com que mentira abriste meu segredo
De que romance antigo me roubaste
Com que raio de luz me iluminaste
Quando eu estava bem, morta de medo
Por que não me deixaste adormecida
E me indicaste o mar, com que navio
E me deixaste só, com que saída
Por que desceste ao meu porão sombrio
Com que direito me ensinaste a vida
Quando eu estava bem, morta de frio

Chico Buarque

 

Come as you are, as you were,
As I want you to be, as a friend,
As a friend, as an old enemy

 

Kurt Cobain
 

Lembro de primeira vez que vi um vestido de noiva , eu devia ter uns seis anos de idade .
Aquilo me fascinou, porque eu vivia num mundo de contos de fadas, cresci vendo os filmes da Disney e lendo livros de princesas e principes encantados. E aquele vestido encarnava tudo isso.
Esse sonho ficou sempre ali, guardado.
Um dia foi realizado, tive meu dia de princesa, um lindo vestido, uma linda cerimonia, só faltou o principe...

Tempos depois me aparece em carne e osso, um lindo jovem, quase montado num cavalo, e me desperta de um sono de tantos anos com um beijo roubado.
Dias de turbulencia, uma vida inteiramente nova a viver.
Sofrimento e adaptação a um novo modelo de vida para mim e para ele.
Valeu a pena.
Agora estou prestes a realizar outro sonho, sem vestido de princesa, mas com meu lindo principe!!!




Morrer de amor



Morrer de amor
ao pé da tua boca

Desfalecer
à pele
do sorriso

Sufocar
de prazer
com o teu corpo

Trocar tudo por ti
se for preciso


Maria Teresa Horta 




E de cada vez que não te apetecer existir.
Lembra-te que por ti estou viva. 



Comentários

  1. Eu também viajava na minha imaginação, quando via um vestido de noiva.
    E hoje sexta feira, estou esperando,
    o cavalo branco se aproximar,
    trazendo o príncipe,
    ou o sapinho que foi pescar!

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  2. Eu amo Chico Buarque!!!

    E isso é tão o que eu sinto!

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  3. Lindos..sonho de guria..
    Mas, não rolou.
    hahahaha
    Por opção mesmo
    beijo

    Faxina

    ResponderExcluir
  4. Nossa vir aqui é êxito! Tantos poemas lindos.
    Viagem gostosa...

    Beijo.
    Fernanda.

    Ps: obrigada por sua visita.

    ResponderExcluir
  5. Ah... amei!!!
    ... principalmente da parte final!!!
    ... e também de Maria Teresa Horta que "sabe dizer" da mulher como ninguém!!!

    Gosto de vir aqui!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Gostei do teu texto, da clareza e beleza com que falas.
    beijo

    ResponderExcluir
  7. Que lindo nada como um conto de safadas!

    ResponderExcluir
  8. Chico Buarque é um verdadeiro gênio, não sou sua fã número um, mas admiro seu trabalho.
    Adoro o Kurt Cobain, ele também era um gênio, adoro Come as you are, é perfeita.
    Eu não sonho com casamentos, não tenho vontade de ter um compromisso assim, parece bem estranho uma mulher dizer isso, ou não né?!

    Aqui ta sempre muito lindo. Beijos :*

    ResponderExcluir
  9. Por que tira da solidão se não vai dar a companhia.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  10. Ahhh

    Não conhecia esse soneto do Chico!
    Muito bom!

    Sou grande fã do Chico também! Muito bom...

    E Kurt, bem, é foda demais, tenho coleção de CDs do Nirvana e talz... Dispensa comentários :P

    Fico feliz por ter encontrado seu principe!
    Queria eu ter tanta sorte e ter encontrado uma princesa...
    Agora tenho que torcer pra que uma Bela me encontre algum dia xD

    Enfim, gostei mto da sua visita lá no meu cantinho solitário :D

    Sinta-se a vontade pra aparecer quando quiser ^^

    Beijos e au revoir :*

    ResponderExcluir
  11. Que bom que você gostou do meu poema Mude!
    Porém, ao contrário do que você diz, não é de Clarice Lispector.
    Assim como você, muita gente supõe erradamente que esse poema é de Clarice. Mas não é.
    No meu blog publico todas as "provas" de que sou o autor:
    1. Registro do poema Mude na Biblioteca Nacional em agosto de 2003.
    2. Livro Mude, editado pela Pandabooks, com prefácio de Antonio Abujamra.
    3. CD Filtro Solar, Pedro Bial, onde na faixa 4 o Mude foi publicado (contrato que fiz com a Sony Music)
    4. Há milhares de publicações com a citação de autoria correta, em meu nome.
    5. O chato é que o filho de Clarice Lispector VENDEU meu poema como se fosse da mamãe dele... rs! (Mas já ganhei estrondosa ação judicial por danos morais: veja www.desafiat.blogspot.com )

    Enfim, o que o escritor mais gosta é disso mesmo: ver sua obra reconhecida -- mesmo que com autoria "transferida" para Clarice Lispector...

    Abraços,

    ResponderExcluir
  12. "Por que não me deixaste adormecida
    E me indicaste o mar, com que navio"

    Lindo vestido, digno de princesa!

    Lembre-se que o amor maduro e estável é um conceito distante do amor romântico e da fantasia de "felizes para sempre" que nos acompanham desde a infância. A prioridade é o respeito ao outro, suas escolhas e individualidade. O casal aprende a enxergar o outro sem idealizações e busca atingir um equilíbrio sem os sacrifícios e as concessões que os príncipes e princesas realizavam ao enfrentar diversos perigos para estarem juntos.

    Um beijo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

"Cecilia Meireles"

Postagens mais visitadas