a razão que se desconhece...

foto: Silviafonso

é primavera

e tu me trazes rosas recolhidas no mar, lá bem depois da arrebentação, onde mora teus olhos todos os dias e não sei chegar. 
sossego porque me ensinaste. 
ouço exatamente o que o vento diz e discordo. 
fico enquanto tu vai. 
despetalo o presente sem dor. 
que não é de chuva que se morre.

Cristiane Lisbôa


Andam lado a lado
Com certa distância
Eu sei, estão aflitos
Mas há uma subida
E os pés dela são pequenos
Por isso ( e só por causa disso)
Dão as mãos
E sobem atentos 
ao caminho
Vanessa Campos 

Onde não há razão ou refazer os votos (p que dá no mesmo)

Ela estava certa e exagerada. Eu estava errado e ofendido.
O que fazer?
Eu quis ir pra cama, ela me mandou pro sofá.
Ela quis ir pro lava-roupas e eu preferi o sofá.
Um empasse sem solução. E ela sabia disso.
- Como resolvemos isso? - perguntei em pé no meio do quarto.
Ela pensa de criar uma tensão insuportável.
E nem digo do cansaço.
- Ah! quer saber? Você diz que me ama, eu respondo que te amo. E fica tudo certinho.


amo te olhar, foi assim desde o inicio,
e quando nossos olhos se encontram
teu sorriso mesmo imperceptivel
ilumina minha vida.

Comentários

  1. Eita que eu ja tava sentindo sdds dos seus textos maravilhosooos... querida bjos
    otimo fds!
    feriado... e tudo mais...
    aproveite!
    Bjo luh

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu sempre gosto tanto.
    O diálogo foi o melhor.

    Dá uma vontade de sentir o amor!!

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  3. eu já disse que é tudo muito inteso por aqui? eu gosto :) bjbj:*

    ResponderExcluir
  4. "E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo.
    Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom...
    Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras."
    (Ana Jácomo)

    Bjs, ótimo fim de semana.

    Mih

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Tudo é importante
    envolve emoções...
    sentimentos sentidos
    momentos vividos
    sofridos...saciados...


    ótimo fds e obrigada pela vizita!


    bjo bjo

    ResponderExcluir
  7. ✿Boaa noitee!
    Vim fazer uma visita e adoreii o post!
    As palavras, a foto... td mtoo lindo!


    Grande bjo,
    Fica com DEUS...

    ♥_________Mih_
    http://descalcapoesias.blogspot.com/
    http://trevisanimichelle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito. Acho dar as mãos de uma tal beleza!

    ResponderExcluir
  9. Que caricia na alma.
    Lindo, lindo.

    Nossa que profundidade.
    Beijo.

    Fernanda.

    ResponderExcluir
  10. Ah, que linda poética de amores cotidianos vejo aqui... e o primeiro poema? Chocante! Levou-me ao mar, lá além da arrebentação... nossa, demais!

    Beijo na alma!

    Álly ;*

    ResponderExcluir
  11. Adorei tudo por aqui! Sigo-a, quero voltar sempre!
    Um bom fim de semana! Bjs*

    ResponderExcluir
  12. O movimento do post é fascinante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Olha, hoje eu peço perdão do fundo do coração, mas só vim mesmo avisar que como o meu blog http://lenjob.blogspot.com está completando CINCO ANOS eu postei lá DEZ POEMAS novinhos de presente e aguardo sua visita prometendo voltar aqui para degustar do seu.

    João Lenjob.

    Rosas Vermelhas
    João Lenjob

    Foi a alegria que tanto me deu
    E das juras que fizemos porém
    Das rosas vermelhas que eu lhe dei
    Num buquê as promessa tão cheias de amor
    Do presente o sorriso sincero tão bom
    Da alegria que me ensinou a viver
    E da vida que só eu pude dar.

    Da pureza do encanto que sentimos
    A inocente ternura que nos rodeava
    nos mais nobres momentos que soubemos estar
    Viver.

    Nas rosas vermelhas da vida
    O amor nunca fora escondido
    Um segredo vale tanto
    O brinquedo em encanto de nunca perdido
    Viver, você
    Perpetuamente num jardim de rosas vermelhas.

    ResponderExcluir
  14. Adoro passar por aqui... são pedaços que aos poucos vão se construindo dentro de mim!
    Quero voltar a sentir tudo isso.
    beijocas,
    Mari

    ResponderExcluir
  15. So Sad,

    Adorei o bate bola do casal. No fim, td é só amor.

    BJSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  16. amo te olhar, foi assim desde o inicio,
    e quando nossos olhos se encontram
    teu sorriso mesmo imperceptivel
    ilumina minha vida.

    LINDO, E SINTO ISSO...

    beijo grande

    ResponderExcluir
  17. Sem amor o tudo é resto, com amor o resto é tudo....acho que é mais ou menos assim, o amor constuma justificar, explicar, esclarecer, compreender e perdoar...diminui o olhar sobre algumas coisas e aumentar o olhar sobre outras...

    Agradeço a visita e gostei daqui, da irreverencia implicita...te sigo menina.

    Bjos

    Erikah

    ResponderExcluir
  18. Ahhh, agradeço-te a visita e o carinho em comentar...feliz por estar aqui tb a somar.
    Bjo.
    Erikah

    ResponderExcluir
  19. Ser iluminada por um olhar... o que pode ser mais belo?

    ResponderExcluir
  20. a propósito de primavera, das demais estações e do tempo, genericamente, chamo aqui o meu comentário à tua réplica lá no viagens de luz e sombra:
    "essa intemporalidade de que falas é o que nos eterniza. o pior de tudo é quando sucumbimos às sombras que engavetam o coração num quadril de odor intenso a nafta... preservar, no altar da memória, a mágoa, a dor e o sofrimento passa a ser a única prioridade. e nesses preparos, o tempo deixa de nos pertencer.
    mas, mesmo que racionalmente as lógicas possam funcionar assim, como contrariá-las?..."
    um beijinho!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

"Cecilia Meireles"

Postagens mais visitadas