quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Amor é fogo que arde sem se ver

foto: Ana Oliver


Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luis de Camões


Sou esta que chora pelos dias que se calam... à espera da noite.
De braços caídos, com vontade de te abraçar.
Com desejos de um milagre a nascer ao abrir os olhos.
Sou apenas o fruto endurecido que colheste e comeste.
Entrei dentro de ti e não sei como sair.
Há raízes no meu peito e uma árvore de pé no olhar.




E não chego.
Não chego lá.

Por amor sofremos.
Neste quarto sem janelas e portas onde sobrevivemos.
Onde sufocamos.
Onde por amor, o amor fazemos.

Esta doce tortura da qual quero ser livre.
Sem querer este amor que Amor não é.
Deixar-te ir.

Não chego.
Não chego lá onde me queres.
Onde queres alguém.

Porque não sou...
Nunca serei...
O teu Amor.

Adormecida no meio da minha música, do meu vinho e dos meus comprimidos.
Onde sou um bocadinho feliz e sorrio.
Lá onde a minha imaginação chega mas o meu corpo não.
Onde desfaleço querendo acreditar...

Acreditar que um dia...
Um dia serei esse Amor.
Senão para ti...
Para alguém.

Marisa Moreno


Fácil te amar
dificil te explicar
complicado te entender
impossivel te deixar...

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O amor nunca morre de morte natural

foto: Ana Caranova


Solidão a dois de dia
Faz calor, depois faz frio
Você diz "já foi" e eu concordo contigo
Você sai de perto, eu penso em suicídio
Mas no fundo eu nem ligo
Você sempre volta com as mesmas notícias
Eu queria ter uma bomba
Um flit paralisante qualquer
Pra poder me livrar
Do prático efeito
Das tuas frases feitas
Das tuas noites perfeitas

Cazuza - link de video no Youtube


O amor nunca morre de morte natural. 
Ele morre porque nós não sabemos como renovar a sua fonte.
Morre de cegueira e dos erros e das traições
Morre de doença e das feridas;
morre de exaustão
das devastações,
da falta de brilho.

Anais Nin


Os sinais que lemos e não vemos,
os atos que falam mais que palavras,
as falas que ferem mais que açoites,
o olhar que não fita o olho,
a boca maldita que vomita mentiras?!
as brigas revelam mentiras escondidas?


Procurei entender os sinais
suspensos entre as colunas
e as fechaduras. Empenhei-me
em esclarecer os recados
apressados de socorro,
o tambor lacerado das paredes.
Decifrei o grafite dos banheiros
públicos, as inscrições puídas
no lenho, os volantes
recebidos no trânsito.
A vida com erros de ortografia
tem mais sentido.
Ninguém ama com bons modos.

Fabricio Carpinejar


If loving you is wrong 
I don't wanna be right

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Sem definição concreta

 foto: Catarina

Pode ser que nada do que eu diga valha pra você.
Pode ser que nada do que eu tenha seja pra você também.
Pode ser que nada do que eu digalevar você.
Pode ser que nada do que eu queira seja pra você escolher.

Por pensar em tudo o que passa,
por pensar de tudo o que basta
pra o que dizer...

Zefirina Bomba - link no youtube



Não procureis qualquer nexo 
naquilo que os poetas pronunciam acordados
Jorge de Lima


CONFISSÃO


Sejamos sinceros, meu bem,
dispamos o pijama
das mitologias:

a eternidade não conhece o amor.

O amor também não sabe
verdadeiramente
o que é o amor

e, no fundo, nós nunca acreditamos muito
em parto
sem dor.
 
Iacyr Anderson Freitas


PACTO

Daquele que amo
quero o nome, a fome
e a memória. Quero
o agora. O dentro e o fora,
o passado e o futuro.
Quero tudo: o que falta
e o que sobra
o óbvio e o absurdo.

Maria Esther Maciel




Para continuar...

Tenho que esquecer
Tenho que perdoar
Tenho que superar
Tenho que abstrair
Tenho quer entender?
Tenho que apagar...
Tudo que ainda dói...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

ai vai meu coração

foto : Ana Luar


Entre duas notas de música existe uma nota, 
entre dois fatos existe um fato
entre dois grãos de areia por mais juntos que estejam 
existe um intervalo de espaço, 
existe um sentir que é entre o sentir 

Clarice Lispector


No extremo das extremidades das terras dos sem fim. Grito-te de lá, mas o grito não ecoa. 
Não há paredes para reverberar. Estou sozinha no extremo das coisas. 
Sabe, no extremo não se tem muita gente não. Nem sei dizer se é lugar de gente. 
Talvez por isso não se fale muito nele. Lá não cabe a racionalidade de homens que pensam. 
Lá não existe a razão dos fatos ou a tentativa de tentar interpretá-los. 
No extremo das coisas existe só a veia pulsando e o sangue ainda quente. 
No extremo das coisas cai a figura do homem pensante. 
E reaparecem as patas e os rabos, de quem pensava tê-los cortado.
Lá tudo é real. É a realidade que não se esconde. Tudo se mostra como realmente é, sem máscaras.

Mariana Ribas


Queria tanto não me sentir assim.
Queria tanto não fraquejar sempre que o passado é jogado na minha cara.
Ah esse sentimento que me consome, a dúvida.
Queria tanto acreditar que você é feliz comigo
Queria tanto acreditar que é amor o que sentes...


Será que os olhos também mentem?
Quem diz a verdade no corpo?

Como eu decifro você?
 do Blog Poesia Torta

domingo, 26 de setembro de 2010

Quem dirá de nós amanhã?

foto: helena margarida pires de souza


Vós, que sofreis, porque amais, amai ainda mais. 
Morrer de amor é viver dele.
Victor Hugo


Toma-me. A tua boca de linho sobre a minha boca
Austera. Toma-me AGORA, ANTES
Antes que a carnadura se desfaça em sangue, antes
Da morte, amor, da minha morte, toma-me
Crava a tua mão, respira meu sopro, deglute
Em cadência minha escura agonia.

Hilda Hilst

Quero-te ao pé de mim na hora de morrer.
Quero, ao partir, levar-te, todo suavidade,
Ó doce olhar de sonho, ó vida dum viver
Amortalhado sempre à luz duma saudade!

Quero-te junto a mim quando o meu rosto branco
Se ungir da palidez sinistra do não ser,
E quero ainda, amor, no meu supremo arranco
Sentir junto ao meu seio teu coração bater!

Que seja a tua mão tão branda como a neve
Que feche o meu olhar numa carícia leve
Em doce perpassar de pétala de lis…

Que seja a tua boca rubra como o sangue
Que feche a minha boca, a minha boca exangue!…
………………………………………….
Ah, venha a morte já que eu morrerei feliz!…

 Florbela Espanca


Que dirá de nós o amanhã?
Quando os dias em que nos amámos
Forem folhas de calendários
Arrancadas e esquecidas.
Quando as marcas dos nossos passos
Caminhando juntos
Desaparecerem
Cobertas por outras marcas, outros passos.
Quem dirá de nós amanhã?
Quando do nosso amor nada restar
Nem a saudade
Porque dos corpos seremos já ausentes
Não ficará do nosso amor senão palavras
Escritas em cadernos amarelecidos
Desbotados pelo tempo.

do blog : http://encandescente.home.sapo.pt



Tão bom morrer de amor e continuar vivendo.
Mário Quintana

sábado, 25 de setembro de 2010

pensar em ti é coisa delicada

foto : Sônia Cristina Carvalho

All of Me


All of me
Why not take all of me
Can't you see
I'm no good without you
Take my lips
I wanna lose them
Take my arms
I'll never use them

Your goodbye left me with eyes that cry
How can I get along without you
You took the part that ones was my heart

So why not, why not take all of me

sing by Frank Sinatra 


Saudade é um sentimento que quando não cabe no coração, escorre pelos olhos
 Bob Marley


A saudade é grande, minha vida fica vazia sem ele.
Ficar longe de quem se ama, é impossivel. 
Deixar de cuida-lo, fazer seu café, sua comidinha, ajeitar sua roupa... sim sou amélia! 
Mas gosto!
Ouvir sua voz, sentir sua presença, principalmente ouvir seus sons...
Pra não sentir sua ausência na cama,
ocupo o seu lugar e preencho o meu com cds, roupas...
Mas a dor da distancia , o não ver, não sentir, me mortifica!
Ouvir sua voz, ver seu nome no visor do cel, me renova, mas não mata minha sede!
Conto os dias, mas eles se arrastam, 
são interminaveis assim como as noites que me deixam mais aflita e angustiada.



Pensar em ti é coisa delicada.
É um diluir de tinta espessa e farta
e o passá-la em finíssima aguada
com um pincel de marta.

Um pesar grãos de nada em mínima balança
um armar de arames cauteloso e atento,
um proteger a chama contra o vento,
pentear cabelinhos de criança.

Um desembaraçar de linhas de costura,
um correr sobre lã que ninguém saiba e oiça,
um planar de gaivota como um lábio a sorrir.

Penso em ti com tamanha ternura
como se fosses vidro ou película de loiça
que apenas como o pensar te pudesses partir.

 
António Gedeão 


Eu sou, eu sou, eu sou amor
Da cabeça aos pés
sing by Gal Costa

selinho

ganhei um selinho do lindo blog Recomeçar



1ª) Citar 10 coisas que amo:

1. my dear and loving husband
2. minha mãe, minha familia
3. meus bichinhos
4. musica e livros
5. dirigir
6. viajar
7. nadar
8. meu trabalho
9. cinema
10. coca cola

2ª) Indicar 11 blogs lindos de ver e avisar aos donos

vou indicar alguns que ainda nao entraram em outras listas, mas são tantos lindos... 

1. Coisas Minhas
2. Palavras...apenas momentos 
3. A gente podia se ver no ar
4. Borboleta nos Olhos 
5. A Bipolar  
6. Outonos que guardei 
7. A Bruxa e a Fada 
8. A mina do cara 
9. Balzaquiana com Z 
10. Fragmentos 
11. viagens de luz e sombra

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

você escreve minha vida

Sandra Costa


Amor comigo, meu Amor, nunca vai ser plácido. 
os altos serão os mais altos que você jamais imaginou, 
os baixos eu vou controlar e nunca vou te afundar junto. 
não sou água parada, sempre fui turbilhão, 
um turbilhão incontrolável de coisas desordenadas e esmagadoras e lindas, 
destrutivas e fecundas, irresistíveis e desumanas,
posso ser devotada e incompetente, doce e amarga, categórica e insuportável, carente e fútil, apática e radiante, cada dia um pouco de uma coisa nova e sempre incandescente.
essa sou eu.



Ciúme

 
Outras mulheres te sorriram, bem o sei,
e murmuraram já o que a minha voz murmura:
e tu guardas em ti, tesouro de algum rei,
recordações de outro prazer, de outra amargura.
 
Tudo o que sei me faz sofrer - tudo o que sei! 
Mas, meu amigo, o que eu ignoro me tortura! 
Quis dar-te o esquecimento: e apenas encontrei, 
para trazer-te, o meu amor como água pura.
 
Eu quisera apagar, no teu, qualquer olhar; 
quebrar, como um espelho, o brilho singular 
da saudade no fundo esquivo de tua alma;
 
sorver num beijo só tuas recordações, 
possuir-te a mocidade ardente, grave e calma... 
E ouço, em teu coração, bater mil corações!

Cécile Pérrin


é tão dificil acreditar em ti
mas a culpa é tua,
sinto por nao ter acreditado quando me pediste
mas mesmo assim vou contigo pra onde me pedires
pulo contigo em qualquer abismo que me puxares!



E não há paisagem que seja mais linda do que o rosto do seu amor. 
Não há pôr-do-sol que valha desviar seu olhar do dela. 
Eu te amo. Eu também te amo. Eu te amo mais.
Impossível. Eu te amo o mundo. Eu te amo o universo
Te amo tudo aquilo que não conhecemos. 
E eu te amo antes que tudo o que nós não conhecemos existisse
Eu te amo. Eu te amo.
Eu te amo mais do que a mim.
Fernanda Young



quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Abraço do escuro

Lamartine Sampaio




Vem meu mouro

Derruba meu muro e me molha
Me tomba!
Me tenta! Me tudo
Que eu não sou capaz. 

Débora Duarte




O amor e o outro
 
Não amo
      melhor
nem pior
do que ninguém.

Do meu jeito amo
Ora esquisito, ora fogoso,
às vezes aflito
ou ensandecido de gozo.
Já amei
      até com nojo.

Coisas fabulosas
acontecem-me no leito. Nem sempre
de mim dependem, confesso.
O corpo do outro
é que é sempre surpreendente.


Affonso Romano de Sant'Anna  




Então, me supreendes e me tocas assim,
do jeito que só você me tocou,
que só você sabe...
e tudo se ilumina,
a vida volta a ter sentido,
o tempo para,
flutuo...
estou viva!  


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Ama e ama e ama

Mariana Gouveia

 Diga que me ama


Guarde seu veneno
Baixe suas armas
Dê o seu sorriso só pra mim
Abra suas asas
Deixe que eu te atenda
A sua vontade
É uma ordem para mim
Vou fazer a cama
Vou te dar amores
Sem pisar nas flores do seu jardim

Vânia Abreu - inspirado no Blog Outras Borboletas 



Eu te amo pelas tuas faltas,
Pelo teu corpo marcado, pelas tuas cicatrizes
Pelas tuas loucuras todas, minha vida

Eu amo as tuas mãos
Mesmo que por causa delas
Eu não saiba o que fazer das minhas
Amo teu jogo triste
As tuas roupas sujas é aqui
Em casa que eu lavo
Eu amo a tua alegria
Mesmo e fora de si
Eu te amo pela tua essência
Até pelo que você podia ter sido
Se a maré das circunstâncias
Não tivesse te banhado nas águas do equívoco
Eu te amo nas horas infernais
E na vida sem tempo quando sozinha
Eu bordo mais uma toalha de fim de semana
Eu te amo pelas crianças e futuras rugas
Eu te amo pelas tuas ilusões perdidas
E pelos teus sonhos inúteis

Amo teu sistema de vida e morte
Eu te amo pelo que se repete
E que nunca é igual
Eu te amo pelas tuas entradas,
Saídas e bandeiras
Eu te amo desde os teus pés
Até o que te escapa
Eu te amo de alma para alma
E mais que as palavras
Ainda que seja através delas
Que eu me defenda quando digo que te amo
Mais que o silêncio dos momentos
Difíceis quando o próprio amor vacila

Extraído do Disco Maricotinha ao Vivo - 2002




O que importa é que estamos juntos
e isso é pro resto da vida,
eu cuido de você e você cuida de mim.



Ama quem quiseres, 
luta até não poderes mais
sai da maré baixa, 
e rompe a areia que o mar banha
Liberta-te, 
foge com quem amas para o outro lado do planeta, 
leva-o, ama e ama e ama e ama...

Pedro Lavado Gomes Vieira 

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

aconchego

André Superti



ACONCHEGO

Minha língua
me lambe
todos os dias
gata que me banha
de sossego
entre sotaques
e já sem medos
me aninho
nas cores
de seu aconchego.

Chris Ramalho - do blog Sob o signo do ar






Das palavras que já ouvi do meu amor, essas foram das mais lindas:

Você me dá o aconchego de minha familia...





É só pensar em você
Que muda o dia
Minha alegria dá pra ver
Não dá pra esconder
Nem quero pensar se é certo querer
O que vou lhe dizer
Um beijo seu
E eu vou só pensar em você 

Se a chuva cai e o sol não sai
Penso em você
Vontade de viver mais
Em paz com o mundo e comigo 
Chico César





Você acredita? Eu acredito nas nossas possibilidades como a promessa que se desprende do incenso, uma crença em cores, palavras, mantras.Uma pacificação que me invade quando você me responde.Um desassossego quando há lacunas entre as sentenças.
Célia Musilli - do blog Sensivel Desafio





O que te escrevo é um ‘isto’. Não vai parar: continua.

Olha para mim e me ama. Não: tu olhas para ti e te amas. 
É o que está certo.

O que te escrevo continua e estou enfeitiçada.
 
Água Viva - Clarice Lispector


sábado, 18 de setembro de 2010

um olhar diferente

Guilherme Bordini
razão
nenhuma


o que escrevo
é apenas parte
do que sinto

a outra parte
finjo que minto
e acredito
Lau Siqueira - Blog Poesia Sim
Sem chance


plantei uva
para o vinho
para as festas
para as passas
só deu batatas
  



O que eu não fiz


e se eu quiser ficar aqui
sem ter que pensar no que eu não tenho
e se eu quiser andar então
sem ter que esperar por quem não vem
me sinto só em tudo
e sinto falta de não ter nada assim
e me lembrar do que eu não fiz

e se eu quiser ficar aqui
sem ter pensar no que eu deixei
ou ter que tentar dizer
sem ter que lembrar do que já sei tanto
me sinto só em tudo
e sinto falta de não ter nada assim
e me lembrar do que eu não fiz

zefirina bomba - link video youtube



Seria bom se pudessemos deletar o que nos aconteceu no passado
como fazemos nos blogs...
Precisei escrever para sentir que tudo já passou,
que já não vivo mais assim,
que podemos escrever juntos uma nova historia!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Impasse

Gonçalo Afonso Dias


A vida é como um sonho; é o acordar que nos mata.

Virigina Woolf



Palavras às vezes pesam como pedras
ferem a boca como pedra que se mastiga.
Agudas, acertam rápidas como pedras
dirigidas
esfriam como pedras frias na boca
ressentida
pensam e pedram como pedras no caminho.

Ieda Estergilda de Abreu


 
POEMA DO FALSO AMOR
 
O falso amor imita o verdadeiro
Com tanta perfeição que a diferença
Existente entre o falso e o verdadeiro
 
É nula. O falso amor é verdadeiro
E o verdadeiro falso. A diferença
Onde está? Qual dos dois é o verdadeiro?
 
Se o verdadeiro amor pode ser falso
E o falso ser o verdadeiro amor,
Isto faz crer que todo amor é falso
 
Ou crer que é verdadeiro todo amor.
Ó verdadeiro Amor, pensam que és falso!
Pensam que és verdadeiro, ó falso Amor!

Dante Milano


 


Eu estava com um humor estranho,me achando velha demais: mas agora sou uma mulher de novo - como sempre sou quando escrevo.

Virigina Woolf
  

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

true love

Sônia Pereira


DESPERTA  , MEU AMOR

Desperta meu Amor
Estarei com flores nos meus braços
Venha como abelha beijar-me
Minhas hastes escorrerão a seiva da vida
Os espinhos? Estarão escondidos dentro de mim
Flechas, lanças do amor pleno, casto... Esplêndido

Desperta meu Amor
Estarei de joelhos a proteger teus sonhos
Momento único e silencioso
Meu homem, meu menino, minha criança...
Darei meu suor como cobertor, serei maternal, darei meu leite.
Amarrarei teus sapatos junto aos meus
Andaremos e percorreremos as ruas
de qualquer esquina de nossos erros

Desperta meu Amor
Estarei com a bandeja do café
E serei rainha com coroa de suas folhas e flores
Crucificar-me-ei a ti... Abrirei minhas veias
Ao aroma do fruto vermelho;
Deixando-me enlaçar com o sabor tinto da paixão
Lança-te a meus seios!

Desperta meu Amor
Estarei com meus olhares esmeraldas sugando os teus
Para anunciar um novo tempo, um novo dia...
As manhãs dos colibris... No entardecer das cigarras
Com os lençóis transparentes
Rendendo-te pela penumbra de meu corpo
Porta aberta sem correntes, vão da brisa do mar...
Maresias em nós...

Desperta meu Amor
Dedilharei cada canto de tua casa,
No labirinto, teu labirinto
Iluminando em mágica a cor lilás
Violetas ficarão em teus olhos, tuas janelas...
Regarei líquida a tua terra prometida

Desperta Amor
Trarei o pão e o teu vinho, tua sede...
Sorvendo-me feliz a cristalina água de mim
Rodeando tua cintura com meu útero
Um corpo uno, dois amores...
Um anjo com quatro asas aos céus

Desperta meu Amor
Trago fogo nas entranhas para incendiá-lo
Fogaréu nos teus músculos, rompendo a tua pele;
Dará carne viva a mim
Sangue em fusão fervilhando

Prazer e paixão

Cíntia Thomé 

 

A gente se apertou um contra o outro. 
A gente queria ficar apertado assim porque nos completávamos desse jeito, 
o corpo de um sendo a metade perdida do corpo do outro. 

Caio Fernando Abreu





Não deixe de acreditar no amor, 
mas certifique-se de estar entregando seu coração
para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, 
manifeste suas idéias e planos,
para saber se vocês combinam
e certifique-se de que quando estão juntos 
aquele abraço vale mais que qualquer palavra...

Luis Fernando Verissimo


 

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Ao amor...


Pedro Alves

 A que há de vir

Aquela que dormirá comigo todas as luas
É a desejada de minha alma.
Ela me dará o amor do seu coração
E me dará o amor da sua carne.


Ela abandonará pai, mãe, filho, esposo
E virá a mim com os peitos e virá a mim com os lábios
Ela é a querida da minha alma
Que me fará longos carinhos nos olhos
Que me beijará longos beijos nos ouvidos
Que rirá no meu pranto e rirá no meu riso.
Ela só verá minhas alegrias e minhas tristezas

Temerá minha cólera e se aninhará no meu sossego
Ela abandonará filho e esposo
Abandonará o mundo e o prazer do mundo
Abandonará Deus e a Igreja de Deus
E virá a mim me olhando de olhos claros
Se oferecendo à minha posse

Rasgando o véu da nudez sem falso pudor
Cheia de uma pureza luminosa.
Ela é a amada sempre nova do meu coração
Ela ficará me olhando calada
Que ela só crerá em mim
Far-me-á a razão suprema das coisas.
Ela é a amada da minha alma triste
É a que dará o peito casto
Onde os meus lábios pousados viverão a vida do seu coração
Ela é a minha poesia e a minha mocidade
É a mulher que se guardou para o amado de sua alma
Que ela sentia vir porque ia ser dela e ela dele.


Ela é o amor vivendo de si mesmo.
É a que dormirá comigo todas as luas
E a quem eu protegerei contra os males do mundo. 


Vinicius de Moraes 



Meu amor por ele é infinito, e eu o entendo e o conheço como ninguém, até mais que ele mesmo.
Existe entre nós muito mais que uma relação amorosa, existem vidas entrosadas. 



Le ciel bleu sur nous peut s'effondrer
Et la terre peut bien s'écrouler
Peu m'importe si tu m'aimes
Je me fous du monde entier
Tant qu'l'amour inond'ra mes matins
Tant que mon corps frémira sous tes mains
Peu m'importe les problèmes
Mon amour puisque tu m'aimes


O céu azul sobre nós pode desabar
E a terra bem pode desmoronar
Pouco me importa, se tu me amas
Pouco se me dá o mundo inteiro
Desde que o amor inunde minhas manhãs
Desde que meu corpo esteja fremindo sob tuas mãos
Pouco me importam os problemas
Meu amor, já que tu me amas.

Hymne à l'amour - Edith Piaf

 

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa

 E a vida vai tecendo laços
    Quase impossíveis de romper:
    Tudo o que amamos são pedaços
    Vivos do nosso próprio ser.
 

Manuel Bandeira