Porque existes...

foto: Ana Luar



Só porque existe...
Vale a pena!

Ana Luar


Sem ti

Sem ti

não fico
não posso
não quero

Sem ti

não amo
não transo
não gozo
       
Sem ti
viro santa
sem nenhuma graça

Prefiro te ter e ser

fêmea
puta
devassa.


Cristina Macedo
 
Então é você
quando fala
instala a compreensão
de tudo que eu seria.
E quem diria?
Ainda melhor.
Acho que teu nome é amor
e por isso todos te amam.

Alice Ruiz


é tudo sempre intenso,
desde o começo,
foi assim.
devastadoramente,
assustadoramente,

intenso!
você, eu,

nós dois,
tuas mãos, meu corpo,
nossos corpos,
juntos!

Comentários

  1. Sentimentos intensos que ultrapassa o "nós"

    Beijos e bom dia!!^^

    ResponderExcluir
  2. Bom diaaaa!!!
    Que seja sempre avassalador o amor!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Sem ti a blogosfera seria obtusa:O

    Duro o primeiro poema. Duro e belo.

    ResponderExcluir
  4. As formas de sentir o amor nem sempre são cristalinas, puras e castas....

    Deixo-lhe um poema da minha poetisa de eleição.

    Este corpo

    Queria tanto saber submergir
    Nesta maré de recordações
    Que descem a montanha deste corpo
    Em enxurradas
    Como chuva de Verão
    E acordar empapada na memória.
    Mas não sou capaz.
    O que me impede a entrada
    Não sei.
    Só sei
    Que nego a este corpo
    Que me suporta
    A possibilidade de sentir
    A doce magia de um dia de festa.
    Deixar os sentidos fruir livremente
    Sem parapeitos,
    Cata-ventos ou portadas
    Surge como o sol de Inverno
    Como laranja madura,
    Como livro aberto em página colorida.
    Não me autorizo.
    Porque não sei
    Só sei que não consigo.

    Queria tanto
    Queria tanto.

    maria josé areal in Sabor a Sal e a Mel

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. ano novo, cabelo novo blog novo... e eu precisando de um novo amor...

    Tudo conspira pra eu adorar beatles, viu... tô na captura de uma gata tem um tempão, e nós vamos sair juntos pela primeira vez pra ouvir beatles...

    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ei, baby, assim é avassalador demais e minha solidão não aguenta, rsrsrrs. Bjs e bjs (que começo de ano tão inspirado!!!)

    ResponderExcluir
  7. sentimento profundo ! amei o poema *
    depois da uma passadinha no meu blog :

    http://pitchuquinhaa.blogspot.com/
    Beijao;*

    ResponderExcluir
  8. Gostei de todos os poemas dessa vez, várias formas outras mais duras outras mais singelas, mas todas querendo o ser amado.

    ResponderExcluir
  9. gostei dessa intensidade.

    abraços
    de luz e paz.

    ResponderExcluir
  10. É sempre delicioso passar aqui..lindo de mais esse bloco..bjs

    ResponderExcluir
  11. E eu canto Djavan:

    Por ser exato, o amor não cabe em si,
    Por ser encantado, o amor revela-se,
    Por ser amor, invade e fim!

    Lindooooooooo texto.

    Saudade daqui.

    Um beijoooo e um novo ano lindo de se viver!

    ResponderExcluir
  12. tem selos pra você no meu blog...bjs..

    ResponderExcluir
  13. Agora morro de medo de intensidade... a dor que tá aqui doi tanto, mais tanto... que tem dias que queria ser uma planta...

    bjos querida

    vc tb foi muitooooo importante em 2010... encheu um pouco mais de poesia a minha alma...
    obrigada

    te abraço

    ResponderExcluir
  14. Vontade de voltar pra casa correndo e se esconder nos braços dele. A intensidade dos dias e os momentos que se repetem me agrada. bacio

    ResponderExcluir
  15. Ah!... Belo! Intenso! Sensual! Excitante!... Mas tão certeiras e exatas as tuas palavras!
    Quem não ama intensamente, violando todas as fronteiras, não vive... apenas existe!!!


    Beijos, querida!
    AL

    ResponderExcluir
  16. O toque, os corpos enlaçados, o amor, a brasa... Que amor lindo, que amor quente, que desvastador, é fantastico quando o amor nos invade assim, nos faz mais jovens, mais moças, até mais meninas, nos renova.
    Viva ao amor, e ao ser amado sempre.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Voce é surpreendente!!!
    Estou sempre por aqui me encantando com suas palavras!
    Feliz 2011!

    ResponderExcluir
  18. Menina, mas que susto eu tomei quando fui no seu perfil, esperando encontrar uma nova pessoa, e vejo seu blog..rsrsrs
    Gostei do novo estilo!!
    Amei a intensidade do texto...
    Beijão

    ResponderExcluir
  19. "é tudo sempre intenso,
    desde o começo,
    foi assim.
    devastadoramente,
    assustadoramente,

    intenso!
    você, eu,

    nós dois,
    tuas mãos, meu corpo,
    nossos corpos,
    juntos!"

    Sei como é isso, e não preciso dizer mais nada!
    Suas palavras falam por mim!
    beeijo ;*

    ResponderExcluir
  20. "Tudo vale a pena... se a alma não é pequena."

    bj

    Betha

    ResponderExcluir
  21. "é tudo sempre intenso,
    desde o começo,
    foi assim.
    devastadoramente,
    assustadoramente,


    intenso!
    você, eu,


    nós dois,
    tuas mãos, meu corpo,
    nossos corpos,
    juntos!"

    de todos os escritos que você coloca, tem sempre algum que me marca.
    e foi este.
    por inteiro.


    abreijos.

    ResponderExcluir
  22. E eu, senti sua falta.

    Beijos, amiga

    Iram

    ResponderExcluir
  23. oiew
    eu amo tuas seleções
    manda um texto teu para o papéis
    http://bit.ly/gzUan4

    abraços

    Talles Azigon

    ResponderExcluir
  24. VI. intuição
    mesmo não sabendo se existes,
    sinto.
    e se não basta…
    os cabelos longos ficam-te bem :)
    beijinho!

    ResponderExcluir
  25. long haired lady

    lady's heart so big : vc tbm está entre as coisas mais especias de 2010...
    É muito bom ter tua amizade :)

    E sobre intensidade,acho essencial no amor,no se amar.Faz querer,traz sentido...acende!

    Um beijo amiga ~> love youuuuu =D

    ResponderExcluir
  26. Ui, ui, trocou o nick e eu não te reconheci, mulher! =)

    Beijocas!

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  27. A mudança foi total....

    Tudo muito intenso...lindo...

    Bjos querida!

    Zil

    ResponderExcluir
  28. E eu aqui lendo mais um post lindo!


    Beijos...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

"Cecilia Meireles"